CAVACO NÃO É SÓ ISTO

É sabido que, há uns anos, Cavaco Silva recusou conceder a Salgueiro Maia - quando este se encontrava já num estado de saúde extremamente grave - uma pensão por «serviços excepcionais e relevantes prestados ao País».
Tal recusa não surpreende: sabe-se que a aversão de Cavaco a Abril, aos Cravos de Abril, aos Capitães de Abril, à Democracia de Abril, à Constituição de Abril, à Revolução de Abril, é tão grande como a sua simpatia e a sua fidelidade ao regime que, em Abril, Abril venceu.

É sabido que, pela mesma altura, Cavaco concedeu a um ex-pide (ou a dois?), uma pensão por «serviços excepcionais e relevantes prestados ao País» - coisa que, pelas razões acima expostas (a que há que acrescentar uma célebre ficha recentemente divulgada), também não surpreende, antes pelo contrário.

É sabido, ainda, que Cavaco é possuidor de muitas outras excepcionais e relevantes qualidades - o que também não surpreende, se nos lembrarmos das malfeitorias que fez aos trabalhadores, ao povo e ao País nos dez anos em que foi primeiro-ministro e nos cinco que já leva como Presidente da República.

Mas Cavaco não é só isto!
Na realidade, ele mostra-nos todos os dias que a sua capacidade de nos surpreender é inesgotável...
Em matéria de hipocrisia, então, o homem é um tratado.

Veja-se este texto - que fui buscar ao Vermelho Vivo, o qual, por sua vez, o foi buscar ao «site de Cavaco Silva» - e que aqui vos deixo, sem mais comentários:

«Como o retratou Sophia de Mello Breyner, Salgueiro Maia foi "aquele que deu tudo e não pediu a paga". Um exemplo notável para muitos Portugueses dos nossos dias, que tantas vezes cedem às seduções vazias e efémeras da sociedade de consumo e outras tantas vezes medem o valor dos homens pelo dinheiro e pelos bens que ostentam».

12 comentários:

Anónimo disse...

Cavaco para além de agiota é um hipócrita!

E o povo continua à espera de um D. Sebastião que o salve destes abutres que nos impõem sacríficios em nome dos mercados.

samuel disse...

É um biltre!!!

Abraço.

joão l.henrique disse...

Como é possível um cavaco destes... estar há tantos anos na política, no País que se quer de Abril???

Um abraço.

svasconcelos disse...

Que nojo!, desculpa Fernando Samuel, mas é o único comentário que me sai.
Um beijo,

Pedro Namora disse...

Cavaco atribuiu pensões a dois ex-inspectores da PIDE, um dos quais autor dos disparos sobre a multidão concentrada à porta da sede daquela polícia fascista, na Rua António Maria Cardoso.
Cavaco é fascista e a forma como iniciou o seu mandato, afastando o PCP do Conselho de Estado, bem como a recusa reiterada de colocar na lapela o cravo vermelho, falam por si.
E é preciso não esquecer que se foi o invertebrado mário soares a introduzir o trabalho precário em Portugal, foi cavaco que na lei consagrou a subcontratação ou trabalho escravo.
Entre um e outro, venha o diabo...

Pedro Namora disse...

Cavaco atribuiu pensões a dois ex-inspectores da PIDE, um dos quais autor dos disparos sobre a multidão concentrada à porta da sede daquela polícia fascista, na Rua António Maria Cardoso.
Cavaco é fascista e a forma como iniciou o seu mandato, afastando o PCP do Conselho de Estado, bem como a recusa reiterada de colocar na lapela o cravo vermelho, falam por si.
E é preciso não esquecer que se foi o invertebrado mário soares a introduzir o trabalho precário em Portugal, foi cavaco que na lei consagrou a subcontratação ou trabalho escravo.
Entre um e outro, venha o diabo...

Graciete Rietsch disse...

Cavaco não é surpresa, é evidência, como o vem demonstrando o seu já longo reinado.

Um beijo

O Puma disse...

Cavaco

a coisa menos séria

apoiada por uma minoria

Maria disse...

Muito bem lembrado.
Cavaco é apenas uma coisa.

Um beijo grande como a confiança!

Anónimo disse...

Cavaco é Filho da P-t- e o resto é conversa.

Zé Canhão

GR disse...

Já votei!
e
Francisco Lopes continua avançar com toda a confiança.

Bj mt GD

GR

Fernando Samuel disse...

Anónimo: cavaco é isso tudo e ainda mais...
Um abraço.

samuel: pelo menos...
Um abraço.

joão l.henrique: aí está uma pergunta que... não devia existir...
Um abraço.

svasconcelos: à vontade, não há nada que desculpar...
Um beijo.

Pedro Namora: estão bem um para o outro...
Um abraço.

Graciete Rietsch: é assim e assim será até à morte - e assim será, a dobrar, se nascer duas vezes...
Um beijo.

O Puma: uma coisa...
Um abraço.

Maria: Cavaco é uma coisa... horrorosa...
Um beijo do tamanho da Esperança.

Zé Canhão: um abraço.

GR: e eu vou agora votar...
um beijo grande.