CRITÉRIOS INFORMATIVOS...

O Diário de Notícias de hoje dedica duas páginas à campanha eleitoral - melhor dizendo: ao último dia da pré-campanha eleitoral.

Ali ficámos a saber que o candidato Cavaco Silva esteve, ontem, no distrito de Setúbal, onde «pôs o BPN fora da campanha» (pudera!...);
onde se fartou de falar na «pobreza» e nas «preocupações» que sempre teve com a dita;
onde se fartou de elogiar o primeiro-ministro Cavaco Silva pelos «êxitos» do seu consulado - esquecendo-se, naturalmente, de referir que nesse tempo Portugal foi o País com maior índice de desemprego na Comunidade Europeia e que os 100 mil novos postos de trabalho por ele prometidos em campanha eleitoral se traduziram, no fim do mandato, em mais 100 mil desempregados, etc, etc, etc.

Ali ficámos a saber que o candidato Manuel Alegre, também esteve no distrito de Setúbal - «terras do PCP», sublinha o DN - onde afirmou que a sua candidatura «representa os valores progressistas e de Abril» - esquecendo-se, naturalmente, de referir que o seu partido, o PS, é desde há mais de três décadas o líder da contra-revolução que tudo tem feito para liquidar precisamente os valores progressistas e de Abril.


Ali ficámos a saber que os candidatos Fernando Nobre e Defensor Moura estiveram ontem não sei onde, disseram não sei o quê, e estarão hoje não sei onde.

Só do candidato Francisco Lopes nada ficámos a saber: nem onde esteve, nem o que disse, nem onde estará hoje.
E no entanto, Francisco Lopes esteve todo o dia precisamente no distrito de Setúbal: na Baixa da Banheira, em Sesimbra, na Moita, no Barreiro..., onde confirmou a singularidade da sua candidatura, o facto por demais relevante de, no conjunto das candidaturas em presença, ela ser, de facto, a única alternativa - e foi certamente por isso que o DN - obedecendo aos seus mui democráticos «critérios informativos» - silenciou a passagem de Francisco Lopes pelo distrito de Setúbal e destacou as passagens pelo mesmo distrito de Cavaco e Alegre...

Sobre onde vai estar Francisco Lopes nos próximos dias, o DN não disse, mas o Cravo de Abril informa:
O candidato de Abril e dos trabalhadores estará, hoje, às 15H30, no Porto - no grande comício do Palácio de Cristal: amanhã, novamente no distrito de Setúbal; terça-feira, em Lisboa; quarta-feira, no Algarve; quinta-feira, em Coimbra e em Leiria; sexta-feira, em Aveiro; sábado, em Beja e em Évora; domingo, às 16 horas, em Lisboa, no grande comício do Campo Pequeno.

10 comentários:

Membro do Povo disse...

Domingo lá estarei!

Maria disse...

É esta a isenção da nossa comunicação social...
Sei da agenda do nosso candidato pelo Avante!, que é o único jornal que compro.
Vou andar por aí mas dia 16 tenho encontro marcado no Campo Pequeno.

Um beijo grande.

Blota disse...

" DN não disse, mas o Cravo de Abril informa:"

Samuel,

Estamos fritos com estes cães a matilha é tal que acho a continuar assim não ha volta a dar.

Sabe porquê??? Ver Cavaco a ser eleito com o pais a cair ao bocados faz-me lembrar a América latina onde a miséria é muita e os ditadores pululam.
Quero recusar-me aceitar esta comparação mas começam a faltar-me o tempo e a força.

CRN disse...

Curioso que o cavaco não elogie o ministro das finanças de sá carneiro, esse, que depois da primeira oportunidade trouxe o FMI e uma revisão constitucional ao nosso país e que ajudou a fechar as portas que abril abriu.
O Martim Moniz e o PCP conservam mais semelhanças que o que caberia esperar.

Um abraço.

samuel disse...

Os jornais têm um "trabalho" para fazer... e fazem-no...
Façamos o nosso!

Abraço.

JN disse...

E vai ser assim com o DN a Sic o Público e toda esta comunicação social manipuladora,lacaia servidora do sistema. O nosso candidato é o único contra o sistema, é o verdadeiro adversário destes candidatos do sistema. Eles sabem, por isso o nosso trabalho é esclarecer, mobilizar,VOTAR NELE E SÓ NELE e dpois continuar a luta pela MUDANÇA.
Abração
JN.

svasconcelos disse...

Esta informação seleccionada e filtrada, revolta. São atentados recorrentes à democracia!
Fez o Cravo de Abril o papel informativo que lhes cabia, por dever ético e deontológico.
Obrigada!
Um beijo,

Graciete Rietsch disse...

É o salário do medo que aparentememte adormece os companheiros trabalhadores. Já repararam que se vós quiséseis o país pararia?
Calem todos os meios de comunicação, mas a força está convosco, amigos.´
Vamos dar voz essa força votando Francisco Lopes.

Um beijo.

alex campos disse...

E hoje, na Figueira da Foz e em Montemor-o-Velho, no distrito de Coimbra, estará o secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa.
Que mania têm os comunistas de andarem escondidos.
Assim a comunicação social não os encontra.

um abraço

Anónimo disse...

O Diário Nazi faz o que lhe compete. Faremos nós o que teremos a fazer.

Antuã