Quotidianos III



"Não sei ler nem escrever mas não me ralo
alguns há que até a caneta lhes faz calo
é só assinar despachos e decretos
p'ra nos dar a ler a nós, analfabetos

E saúde, eu tenho p'ra dar e vender
não preciso de um ministro para ter
tudo o que ele anda a ver se me pode dar
pode ir ele p'ro hospital em meu lugar"

Sérgio Godinho - Coro das Velhas (Excerto)

3 comentários:

GR disse...

Excelente fotografia.
As palavras do Sérgio deram uma boa legenda.

Bjs,

GR

smvasconcelos disse...

Adorei as fotos! E a humanidade que sai delas, e claro, o "brilho" da paisagem...:)
beijo,

João Galamba disse...

GR: uma pessoa assim, com esta paisagem, outra fotografia não seria de esperar!
Sílvia: as fotografias foram tiradas numa rota pedreste que fiz mais uns amigos pelo rio douro, mais concretamente: descemos a linha de comboio abandonada entre barca d'alva e foz côa. 2 dias a andar, vale a pena!

Beijinhos,