QUE FAZER COM ESTE BARRETO?

António Barreto - exactamente, esse em quem estão a pensar... - foi a Coimbra fazer uma palestra sobre «Desenvolvimento Regional e Cidadania».

Não sei a que propósito - talvez na parte da Cidadania... - disparou contra a Constituição da República Portuguesa.
Como é sabido, Barreto odeia a Lei Fundamental do País desde que ela foi aprovada e, quando foi ministro da agricultura do governo contra-revolucionário de Mário Soares, maltratou-a, espezinhou-a, violou-a, rasgou-a - de tal forma que se houvesse justiça tinha ido, justamente, parar com os costados à choça...
Mas não foi: pelo contrário, subiu na vida, não lhe falta nada - a não ser o que sempre lhe faltou: vergonha, dignidade, seriedade...

Então, sobre o assunto disse o animal, em Coimbra, que «há direitos a mais na Constituição».
E explicou: «na Constituição, o cidadão português tem todos os direitos e mais alguns. Tem direito à saúde e à educação de graça, à habitação» - enfim, um autêntico desbragamento de direitos...
Mas, pior, muito pior do que isso - diz a besta - é que a maior parte desses direitos constitucionais não são «direitos fundamentais» - e «é essencial distinguir entre direitos fundamentais e direitos sociais e económicos».

Para o quadrúpede, «direitos fundamentais são o direito à privacidade, à integridade humana individual, direito à boa reputação, de voto, de expressão e de circulação» - todos os outros direitos não são fundamentais...
Por isso, diz a cavalgadura, esses direitos todos que estão na Constituição - como o direito ao trabalho, ao salário, à saúde, à educação, à habitação, à velhice, à infância... -não deveriam lá estar porque não são fundamentais - além de que «não são compatíveis com o período de crise económica que o País atravessa».

Digam lá: que fazer com este Barreto?

14 comentários:

Mário C disse...

Era retirar-lhe o salário, o trabalho, os cuidados de saúde, a educação e a habitação já que não são fundamentais.

zé Canhão disse...

Como para a besta a vida não é um direito fundamental, o melhor é enforcá-la.

Graciete Rietsch disse...

Dar-lhe como rendimento mensal o salário mínimo, porque ele não precisa de casa, de comida, de cultura, de saúde..... visto que não são direitos fundamentais e portanto ficava mais rico do que já é.A grande besta!!!!!!!!!!!!!

Um beijo.

Maria disse...

Hoje já não me apetece nada. Nem tenho força para lhe dar com o famoso pano encharcado na cara. Mas lá que ele merecia, merecia até muito mais!

Um beijo grande.

samuel disse...

Quando adoecer... é deixá-lo ir...
Esse não é um dos seus direitos "fundamentais"? A circulação? :-)))

Abraço.

Anjos disse...

Merece o tal pano encharcado... mas de substância pastosa e fedorenta.
E a seguir, já que, para ele, a habitação não é fundamental... jogá-lo numa pocilga cheia de porcos famintos.

Isto não é um homem, é uma bosta com duas pernas!!!

Fernando Samuel disse...

Mario C.: aí está uma solução.
Um abraço.

zé Canhão: e por que não deixá-lo viver?...
Um abraço.

Graciete Rietsch: também não está mal..
Um beijo.

Maria: uma pessoa assim merece tudo...
Um beijo grande.

samuel: «circulem, circulem»...
Um abraço.

Anjos: essa é uma solução bem adequada à realidade...
Um abraço.

smvasconcelos disse...

(quase) inacreditável, não fosse ter vindo de onde vem, que aí, já se espera tudo. Este é só mais um "vampiro, dos que comem tudo".Se ao menos se calasse!
Beijo,

Nelson Ricardo disse...

Um pulha sem perdão. Um inimigo do povo em toda a plenitude da expressão.

Um Abraço.

Orlando Gonçalves disse...

Meter este gajo num saco a tira-lo ao Tejo. fp fora a mãe dele que coitada não tem a culpa dele ter nascido. Como Sociólogo que sou, tenho vergonha de existir na minha classe profissional uma cavalgadura como esta.

duarte disse...

acho que uma camisa de forças e uma boa dose de diazepam, acalmava o anormal.
de um vale (ainda) com direitos, um abraço.

Fernando Samuel disse...

smvasconcelos: vês como a cantiga que escolheste é actual...
Um beijo.

Nelson Ricardo: sem perdão, dizes bem...
Um abraço.

Orlando Gonçalves: há ervas daninhas em todas as sementeiras...
Um abraço.

duarte: não é má ideia, não senhor...
Um abraço.

Jorge Manuel G disse...

Era dar-lhe com um gato morto, até o gato miar.
São estes os socialistas de fancaria!

A luta continua Camarada!

JN disse...

A Privacidade é o fundamental para ele . Muito ele tem para esconder .
Este é dos tais que se houvesse justiça séria estaria na choça pelos crimes que cometeu no Alentejo e Baixo Ribatejo .
Abração.
JN.