SEGURANÇA - INSEGURANÇA

Eis uma frase típica dos presidentes dos EUA, ao longo dos tempos:

«Esta guerra será demorada e difícil. Mas a vitória é fundamental para a segurança norte-americana».

Quem a proferiu, desta vez, foi Barack Obama, referindo-se à ocupação do Afeganistão - mas poderia ter sido Truman, ou Eisenhower, ou Kennedy. ou Johnson, ou Nixon, ou Carter, ou qualquer dos Bush's, ou Clinton.
E tantas vezes ela foi proferida que bem podia passar a figurar como refrão do Hino Nacional dos EUA...

Como mostra a história, sempre que tal frase foi proferida, morreram milhares - por vezes centenas de milhares - de pessoas inocentes.
O que significa que «a segurança norte-americana» tem atrás de si um infindável rasto de morte, de terror, de crime, de sangue - já que «a segurança» do império é a insegurança do resto do mundo.

9 comentários:

samuel disse...

De todas as vezes que a "segurança" esteve em causa, muito poucas a ameaça era real e quase todas se ficaram a dever à paranóia norte americana e aos interesses dos negociantes de armamentos...

Abraço.

salvoconduto disse...

Onde quer que eles ponham as mãos sai sempre asneira da grossa. Enquanto um deles não for julgado como criminoso de guerra continuaremos a assistir impotentes.

Ludo Rex disse...

já com o Império Romano era o mesmo... Os EUA seguem-lhe os passos... Não ao Imperialismo Norte-Americano, Não!

Abraço

Maria disse...

Infelizmente o discurso não surpreende... é igual aos outros...

Um beijo grande

Anónimo disse...

O Obamessias até tem razão. Ninguém quer ver uma repetição do 11 de Setembro ou ver os talibãs a governar o Afeganistão e o Paquistão, que é membro do clube nuclear. Algum de vocês gostaria de ser mulher e viver sob o domínio dos taliban? Pois é, já se esqueceram de como era.... por isso, deixem de ser patetas e de apoiar os islamofascistas. Lembrem-se do que aconteceu no Irão, em 79. A malta de esquerda levou chumbo dos islamofascistas.

Antuã disse...

Por todos os continentes os crimes dos governantes norte-americanos são uma realidade. Esquecer isto é estultícia.

Carlos Vale disse...

Onde se prova, que apanha-se mais depressa um mentiroso que um coxo...
Carlos Vale

CRN disse...

Cada morte provocada pelo imperialismo será sempre mais um motivo para ampliar a insegurança na consecução dos seus objectivos. Tornar-se-á pequeno o mundo para criar mais mentira.

Abraço

Fernando Samuel disse...

samuel: bem sintetizado,
Um abraço.

salvoconduto: quando um deles for julgado e condenado como criminoso de guerra... é sinal de que o império está no fim...
Um abraço.

Ludo Rex: só que o imperialismo norte-americano dispõem de uma força bélica como nunca antes existiu...
Um abraço.

Maria: tão igual que até parece o mesmo...
Um beijo grande.

anónimo: pois.

Antuã: por isso eles querem que a gente esqueça...
Um abraço.

Carlos Vale: é sempre assim...
Um abraço.

CRN: o imperialismo é o crime.
Um abraço.