COISAS DA ÉTICA...

Caso típico da prática dos políticos da política de direita é o de Moita Flores.
Nas últimas autárquicas, concorrendo como «independente» na lista do PSD, foi eleito Presidente da Câmara de Santarém.
Nas próximas autárquicas será candidato ao mesmo cargo, igualmente na lista do PSD, igualmente como «independente».
Entretanto virou-se publicamente contra Manuel Ferreira Leite, a pretexto das inclusões e exclusões por ela decididas nas listas do PSD para as legislativas - verberando a falta de «ética» que presidiu a essas decisões.
Em simultâneo - e exibindo o seu conceito de «ética» - declarou peremptoriamente que não vai votar no PSD - para as legislativas, é claro, porque para as autárquicas não apenas vota como apela ao voto no PSD.
(E com tudo isto, à líder do PSD faltou... a dignidade de correr com o tratante da lista do seu partido para a Câmara de Santarém.
Continuando a exibir a sua «ética», Moita Flores - candidato pelo PSD à Câmara de Santarém - fez questão de afirmar que, nas legislativas, «talvez vote no PS».
E a coroar tão feérica exibição de «ética», na próxima terça-feira Moita Flores fará entrega da «medalha de ouro da cidade de Santarém» ao primeiro-ministro José Sócrates - assim dando início... à campanha eleitoral do PS para as legislativas...

Não há dúvida: Moita Flores - por tudo o que disse e tudo o que vai fazer; e Manuela Ferreira Leite - pelo que não fez e deveria ter feito, pedem meças um ao outro em matéria de «ética»...

7 comentários:

samuel disse...

É um bocado difícil de classificar... educadamente.
Se existisse o fenómeno... seria uma ilusão de ética...

Abraço.

Carlos Vale disse...

Posteriormente disse que até pode acontecer votar no BE. Que ainda estava a ponderar.
Cada cavadela, sai minhoca.
Arranjou "argumento" para mais uma telenovela...
Os amigos na "caixinha mágica" encarregam-se do resto...
Carlos Vale

do zambujal disse...

Ética?
Q'é isso? Ou, como dizem uns efémeros vizinhos meus, connais pas...

Antuã disse...

É tudo boa gente!...

Maria disse...

Qual ética? Açorda, com perdão para a dita.
E a propósito de açorda, temos que marcar umas migas...

Um beijo grande

Fernando Samuel disse...

samuel: este nosso tempo está cheio de... «ilusões de ética»...
Um abraço.

Carlos Vale: e todos eles se apresentam como árbitros de «ética»...
Um abraço.

do zambujal: ou: «honni soit qui mal y pense»...
Um abraço.

Antuã: tudo farinha do mesmo saco...
Um abraço.

Maria: com migas a «ética» é outra...
Um beijo grande.

Irlando disse...

Vou ser mais duro no meu comentário.
São pessoas que se incluem no lote de
"políticos",que se podem apelidar de "putas a granel"