POEMA

OS GRANDES


Os Grandes
reuniram-se numa sala.
Homem da rua,
abandona toda a esperança.

Os governos
escrevem pactos de não-agressão.
Homem pequeno,
escreve o teu testamento.


Brecht

4 comentários:

samuel disse...

Então, como agora... mas não para sempre!

Abraço.

Maria disse...

Até um dia...

Outro beijo grande

Ludo Rex disse...

Mas há-de vir um dia grande para todos...
Abraço

Ana Camarra disse...

Infalivelmente verdade, até um dia.

beijo grande