O ÓDIO DE CLASSE

Oliveira e Costa foi à Assembleia da República para ser ouvido sobre as fraudes que cometeu enquanto chefe máximo do BPN - fraudes que o levaram à prisão, como é sabido.
Afinal, dizem as notícias, «entrou mudo e saiu calado», ou seja: recusou-se a responder às questões colocadas por deputados da Comissão de Inquérito ao caso BPN.
Sublinhe-se: recusou-se a responder a todos os deputados.
Teve, contudo, uma reacção diferente para com o deputado do PCP: diz o jornal que, quando este se lhe dirigiu, Oliveira e Costa «olhou-o com ar arrogante».

Percebe-se que assim tenha sido: ser ouvido por deputados de partidos burgueses, ainda enfim, é gente da sua classe, basta não responder e pronto; mas ser ouvido por um deputado comunista, isso é coisa que qualquer banqueiro, preso ou à solta, não tolera.

E o ódio de classe do banqueiro preso por fraude expressou-se da única forma possível na circunstância: o «ar arrogante».
Pudesse ele, e ao «ar arrogante» teria acrescentado outras respostas bem mais contundentes...

12 comentários:

salvoconduto disse...

É a atitude própria de um escroque, um pária da sociedade portuguesa. Na realidade fez bem dar-se à distância, o deputado não faz parte do seu meio porque o meio natural de Oliveira e Costa é entre os seus pares, ladrões e assaltantes. Está bem onde está, na prisão. Ficar lá a apodrecer seria o justo castigo. A ver vamos...

Chalana disse...

Um destes dias, a gente dá-lhe "a arrogância"...

Maria disse...

... ou até acções... e depois culpava o deputado comunista, certo?

Um beijo grande

Antuã disse...

É naturalíssimo que os ladrões odeiem os comunistas. Seria grave o seu contrário.

samuel disse...

Por enquanto está "depositado" no local certo (exceptuando os privilégios)... mais adiante se verá a arrogância.

GR disse...

Um canal de televisão entrevistando um amigo do dito usurpador, este dizia:
“nunca olhou a meios, fossem eles amigos, colegas ou o partido, pisou sempre toda a gente, para atingir os fins”.
Amigo assim, não precisa de inimigos.
O fulano tem mesmo cara de fascista!

GR

Anónimo disse...

É o gesto natural do vigarista perante o homem de bem...

rui silva

Antonio Lains Galamba disse...

custa-me dizer, mas sinto ser apenas mais um que, meia volta, saltará cá para fora. dará o seu lugar a alguém que roubou um pão no lidl. eles protegem-se. até ao dia!!! até àquela manhã clara e limpa! :)

Hilário disse...

Espero que o senhor Oliveira não vá para casa com a pulseira de Ouro no pézinho e abandone o seu novo Hotel.

Um Abraço

Ana Camarra disse...

Fernando Samuel

Perfeitamente compreensivél era o que faltava o senhor ter de responder perante os eleitos do Povo, mais para mais comunistas, está acima disso tudo só fala com Conselheiros de Estado e daí para cima.

beijos

zé do telhado disse...

-Eles sabem bem onde está o perigo para a sua espécie! - e este miserável, guindado às portas da classe burguesa tem consciência, que sem os comunistas e a luta...- poderia muito bem não estar onde se encontra...embora esteja a ser privilegiado em relação outros, pois as suas condições de detenção são um insulto a outros presos... e aos trabalhadores que com os seus impostos continuam a sustentar este rafeiro.

Fernando Samuel disse...

salvoconduto: a ver vamos... não sei porquê tenho cá uma impressão que um dia destes... aí está ele, à solta..
Um abraço.

chalana: hum...
Abraço.

Maria: não tenhas dúvida, nessa coisa de culpar comunistas eles têm uma muito longa experiência...
Um beijo grande.

Antuã: está tudo certo, de facto.
Um abraço.

samuel: vamos ver...
um abraço.

Gr: a cara ainda seria o menos...
Um beijo.

rui silva: nem mais.
Um abraço.

antonio lains galamba: não me surpreenderia nada saber que o mandaram para casa...
Abraço grande.

hilário: vamos ver em que é que isto termina...
Um abraço.

Ana Camarra: isso: conselheiros de estado e upa-upa...
Um beijo.

Ze do Telhado: ora aí está, ele não esquece nunca quem é o seu inimigo principal - mas nós também não.
Um abraço.