INTENÇÕES CRIMINOSAS? QU'IDEIA...

Depoiamento de uma mulher de 41 anos, num hospital de Gaza, com o corpo em chagas por efeito de uma bomba de fósforo branco:

«Tenho nove rapazes e uma rapariga. Agora perdi três rapazes e a minha filha. O meu marido também morreu».

A bomba de fósforo branco devastou-lhe a casa e a família logo no 2º dia dos bombardeamentos.
Mas só ontem ficou oficialmente confirmado que os israelitas usaram bombas de fósforo branco nos bombardeamentos da Faixa de Gaza.
É claro que já toda a gente sabia que assim tinha sido, mas o governo israelita negava, dizia que não, que não senhor, iam lá eles fazer uma coisa tão horrorosa, e como é sabido há sempre umas boas almas interessadas em atrasar confirmações deste tipo - pesassem tais suspeitas sobre um qualquer país livre da canga dos EUA e estava logo tudo confirmado e a confirmação divulgada por todo o Planeta...

Mas, pronto, está confirmado mais este crime cometido pelo governo terrorista de Israel - confirmado, até, pelos próprios criminosos que, perante provas concretas, não tiveram outro remédio .
Mas atenção: os terroristas reconhecem ter lançado as bombas de fósforo branco, mas garantem solenemente que não o fizeram por mal.
Aliás, o chefe dos criminosos foi bem claro ao garantir que não lançaram as bombas criminosas «com intenções criminosas»...

8 comentários:

Maria disse...

Como comentar o que escreves senão dar um grito silencioso ou ficar num silêncio ensurdecedor?
... e deixar cair duas lágrimas de raiva...

Um beijo grande

salvoconduto disse...

Na minha mão é fósfora branco na deles é para alumiar os que erram...

Abraço

Aristides disse...

Onde estão os defensores da invasão? Que silêncio se abateu sobre as suas brilhantes e militantes opiniões? Agora é que eu gostava de ouvir o que têm para dizer em defesa destes crimes contra a humanidade. Humanidade deve ser exagero, afinal trata-se apenas de palestinianos.
Abraço

Crixus disse...

O que quer que se diga sobre a barbarie sionista na Palestina perde todo o sentido. Mas não podemos calar-nos perante este Crime.

Abraço

samuel disse...

Tudo pela "democracia"...

Fernando Samuel disse...

Maria: estamos a falar de criminosos, não é?
um beijo grande.

salvoconduto: para maior glória de deus...
Um abraço.

Aristides: como dizia o cardeal cerejeira a propósito do assassinato, pela PIDE, do operário Raul Alves: «Trata-se, apenas, de um comunista sem importância»...
Um abraço.

crixus: eles pedem-nos: «precisamos de pessoas nas ruas!»...
Um abraço.

samuel: e nada contra a «democracia»...
Um abraço.

Antuã disse...

é isso mesmo, é pela democracia e em nome de deus.

Fernando Samuel disse...

Antuã: e para maior glória do dito...
Um abraço.