POEMA

SEMEARÁS O VENTO


semearás o vento
o trigo a sede

sentirás o grão
amadurecer
ao longo do teu corpo

escutarás no teu peito
o largo silêncio
da seara

colherás outro tempo
uma romã
uma fonte

semearás o vento
com o amor
que cria a tempestade


Rui Namorado

4 comentários:

CRN disse...

Vamos aprendendo como, gratos, enquanto soubermos para onde.

Um abraço

samuel disse...

E ela chegará...

Abraço.

Maria disse...

Que venha, rápida. Não aguentamos muito mais tempo.

Um beijo grande.

Graciete Rietsch disse...

A tempestade construtiva que levará longe a semente da GRANDE SEARA.

Um beijo.