«INTERVENÇÃO HUMANITÁRIA»...

Furando a cerrada malha da rede de desinformação organizada veiculada pelos média dominantes, começam a chegar as primeiras notícias sobre o que, de facto, está a acontecer na Líbia.

Por detrás de expressões como «intervenção humanitária para proteger civis», «bombardeamentos cirúrgicos», «danos colaterais mínimos ou inexistentes», «bombas inteligentes» - e outros exemplos da suprema e criminosa hipocrisia dos Obama, Cameron, Sarkozy & CIA - esconde-se um brutal acto de guerra em que o vale-tudo é lei.

Na verdade, as «bombas inteligentes» sabem ao que vão: elas destroem depósitos de combustíveis e de produtos tóxicos, pontes, portos, edifícios públicos, quartéis, fábricas, centrais eléctricas, sedes de televisões e de jornais.
Ou seja: destroem sistematicamente a infra-estrutura produtiva da Líbia e a sua rede de comunicações.
E matam. Inteligentemente...

Os «bombardeamentos cirúrgicos exclusivamente sobre instalações militares», destruíram bairros residenciais e um hospital, em Tripoli - e duas clínicas de Ain Zora (localidade onde não existia uma única instalação militar, um único blindado, uma única arma) foram completamente arrasadas.

O «bombardeamento humanitário» sobre Ajdabya traduziu-se em centenas da casas de habitação destruídas, numa matança cruel de pessoas inocentes.


Entretanto, os média dominantes - jornais, rádios, televisões - escrevem mais uma página negra da sua negra história: escondendo o que se passa e divulgando o que não se passa, mentindo, desinformando, assumem-se como porta-vozes dos criminosos e das patranhas com que estes pretendem transformar as barbaridades que cometem em meritórias acções humanitárias.
São cúmplices do crime.

A monstruosa agressão à Líbia - que, não esqueçamos, possui as maiores reservas de petróleo e de gás da África... - constitui mais um passo da escalada do imperialismo norte-americano no seu objectivo de domínio do planeta.
Provavelmente, seguir-se-á a Síria. E... e...

... e só a luta dos povos conseguirá travar esta caminhada infernal.
E pôr fim à barbárie.

12 comentários:

Graciete Rietsch disse...

É imperioso divulgar a verdade.
Como podem as pessoas que, na sua maioria estão mal informadas, tomar posição sobre acontecimentos dos quais a notícia é tendenciosamente dirigida para a justificação da atitude do agressor?
Haverá ou não censura em Portugal? Porque não publicam os nossos jornais a verdade dos factos?
Mais uma frente de luta . Mostrar às pessoas que estão a ser enganadas.

Um beijo.

samuel disse...

Pobres "jornalistas"... que já não passam da voz dos donos.

Abraço.

Ana Carla disse...

Há pois a Siria também já está debaixo das MIRAS das Resoluções do chamado C.S.da ONU, não é por acaso que os meios de comunicação capitalistas/imperialistas já andam a desbravar terreno e a procurar intoxicar os menos atentos.

Agora por cá.

Que acham da insistência de Santana Lopes em procurar envolver o nosso Partido numa coligação governamental? A actual situação económica gravissima do país exige de facto uma solução destas, mas tenho um certo receio que o partido caia numa grande encruzilhada e que esta atitude patriótica não seja compreendida por muitos de nós e particularmente pelos trabalhadores. Que acham os amigos, particularmente o camarada Fernando Samuel.

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

"A monstruosa agressão à Líbia - que, não esqueçamos, possui as maiores reservas de petróleo e de gás da África... - constitui mais um passo da escalada do imperialismo norte-americano no seu objectivo de domínio do planeta.
Provavelmente, seguir-se-á a Síria. E... e..."
Digo eu: é bom que os cidadãos de todo o Mundo, não se deixem intoxicar informativamente e atentem, na essência de mais este acto criminoso, iniciado por um dos Países necessitados de ... petróleo e gás, face às suas próprias necessidades versus produção. Os ditos E. U. A. !!!

Anónimo disse...

É interessante ver como muitas das televisões não cobrem a guerra na Líbia.
O assunto caíu para o quarto ou quinto posto do boletim informativo.
Se a primeira notícia foi as eleições do Sporting, a segunda foi o empate de Portugal frente ao Chile, para depois falarem da vitória de Sócrates nas eleições primárias do PS.
Só depois falaram da Líbia.
Aqui, a SIC Notícias mostrou a Cãndida Pinto, no meio dos chamados revoltosos, dizendo algo como "foi aqui que os rebeldes travaram o exército de Kadaffi».
Esqueceu-se de mencionar como é que os rebeldes conseguiram as últimas vitórias, à conta dos bombardeamentos da dita operação "Odisseia do Amanhecer".

Não sei se viram o anúncio do «Nobel da Paz», Obama, com um sorriso, dizendo que a operação está a ser um êxito e que, muito em breve, irá acabar.

Nesse anúncio, percebi que os EUA conseguiram o que queriam: um presidente com êxito a vender a guerra e a morte noutros países.

(Jorge)

Blogloria disse...

Por isso se compreende a enorme apetência dos senhores do dinheiro pelos grandes meios de comunicção.Servem para veicular as notícias e informaçãoe que orientem os "consumidores" para a lógica dos seus interesses.

Anónimo disse...

Fernando Samuel
É incrivel é como se continua a comprar jornais em portugal. Os jornalistas são FDP que aldrabam com todos os dentes com que comem e sem vergonha. Foi ver chegar agora à Líbia o "orelhas" e o seu colete "anti bala". Este FDP enganou-me uma vez com o Anjo Branco mas já não me engana com mais nada.
Vitor sarilhos

Maria disse...

Eles sabem a quem servem. E sabem que, assim, colaboram com os ataques bárbaros que estão a ocorrer na Líbia.
Eles sabem, e não se importam...

Um beijo grande.

Anónimo disse...

Então poetas? Estavam com a lenga-lenga poetica de que as revoluções no norte-de-Africa e mundo Arabe eram "revolta contra o Império" (muito gostam voces da vossa poetização das coisas lol...) mas agora estão caladinhos...é que agora já sabem o que está detrás destas "revoluções".

Poetas ridiculos...lol...

Anónimo disse...

PS - Já agora ó poetas...onde está a tal "guerra pelo petroileo" no Iraque? Está no mesmo sitio das famosas "armas de destruição em massa" na Terra-do-Nunca.

Voces não aprendem nada poetas? Ainda não aprenderam que o "Esquerda vs Direita" é uma treta assim como o "Comunismo vs Capitalismo" ou o "Armas de destruição em massav vs Guerra pelo petroileo"?

Não aprendem nada poetas? São incapazes de sair do vosso Mundo poetizado?

Anónimo disse...

Olhe lá, ó anónimo - «maluquinho do Tony Sutton» - quando é que você aprende os factos históricos e não dá calinadas como aquela de dizer que Karl Marx tinha recebido um frigorífico na Suíça.
Então, seu calino, não sabe que os frigoríficos foram inventados muito depois da morte de Marx?
Ai,ai,ai...

E muito gosta você dos amigos poetas do Cravo de Abril, para andar acordado diante do computador às 00:50 e 3:31.
Ó homem, durma. Descanse. Senão ainda vai acabar num manicómio.

samuel disse...

Poucas coisas são tão hilariantes como o espectáculo dado por um imbecil que acha ter encontrado uma piada bestial, como esta dos "poetas"... e depois nunca mais a larga e tenta encaixar a genial "piada" em todas as conversas... até à náusea.
Alguém ainda consegue manter a conta a quantas vezes este débil usou o "achado" dos "poetas"?