A «PAZ» QUE O JÚRI PREMIOU

A atribuição do Prémio Nobel da Paz ao chinês Liu Xiaobo, foi estrondosamente festejada por quem a tarefa de festejar estas coisas - e ainda agora a procissão vai no adro.
Percebe-se...
Aliás, o júri responsável pela decisão não esperava outra coisa...

Ora, é óbvio que, como diz a nota do Gabinete de Imprensa do PCP,
1º: a atribuição deste Prémio Nobel da Paz «é inseparável da pressão económica e política dos EUA à República Popular da China»; e,
2º: tal atribuição constitui «mais um golpe na credibilidade» daquele Prémio - a somar-se a muitos outro golpes com objectivos semelhantes ocorridos ao longo dos anos, um dos quais - por demais significativo - foi a atribuição do Nobel da Paz a Obama, em 2009.

A razão que levou o júri do Nobel a escolher Liu Xiaobo, este ano, é a mesma que esteve na origem da escolha de Obama, há um ano, e insere-se na permanente ofensiva propagandística e ideológica visando apresentar os EUA como exemplo supremo «da democracia, da liberdade e dos direitos humanos» e, assim, legitimar a sua ambição de domínio absoluto do mundo, custe o que custar.
Com efeito, nem Obama nem Liu Xiaobo fizeram fosse o que fosse a favor da paz e da fraternidade entre os povos - no caso de Obama, bem pelo contrário até, como o demonstram as guerras de ocupação do Iraque e do Afeganistão; os golpes ou tentativas de golpes fascistas no continente americano; o seu apoio incondicional às práticas do governo fascista de Israel, enfim, toda a política belicista levada a cabo pelo imperialismo norte-americano.
E foi essa a «paz» que, uma vez mais, o júri do Nobel premiou.

14 comentários:

Maria disse...

Pois foi. Já escrevi por aí que Alfred Nobel deve estar às voltas na tumba...
Vamos ver o que se segue.

Um beijo grande.

pedras contra canhões disse...

não deixo de achar que este comentário de um Professor estadunidense tem alguma oportunidade:

"Liu Xiaobo is lucky to be Chinese, and the U.S. through its influence on who gets the Nobel and who doesn't, want to stick it to China through Norway. Would Liu Xiaobo have gotten a Nobel Peace Prize if he were an Egyptian dissident? How many Egyptian dissidents languish in prison in Egypt - under worse prison conditions, and under a police famous for torturing prisoners. Well, it is hush-hush for dissidents under our puppet regimes, and Nobels for dissidents under our foes! Has the Egyptian cleric Abu Omar, who was kidnapped in Italy by the CIA, and turned over to Egypt who tortured him, gotten a Nobel? What about the thousands of dissidents in Saudi jails? Aren't they humans? The fact is that our Norwegian friends have transformed the Nobel Prize process into "a Nobel Award Mill" to help us and mud-sling our foes!



The award of the Peace prize to Liu Xiaobo, therefore, is a nice way to undermine China, the greatest threat to the U.S. in Asia. Any dissident who helps portray countries antagonizing the U.S. as brutal is eligible, and many have gotten Nobel Peace prizes. Did any Latin American
dissident of the U.S. dictators in Latin America ever receive a Nobel Peace Prize? No, they were all exterminated by CIA trained and funded “Death Squads." Did Mao Tse-Tung, Mohandas Ghandi, and other men who liberated their people, and who are considered by historians "Men of Universal Destiny," receive a Nobel? Of course not. Did Henry Kissinger receive a Nobel for the U.S. war and defeat in Vietnam? Sure he did. And to make Kissinger's award look real, the Nobel Committee offered the North Vietnamese foreign minister Le Duc Tho a Nobel too! He refused the offer. "There was never a peace deal with the U.S. We won the war," he said. Did the Soviet
Foreign Minister Andrei Gromyko get a Nobel peace for the Soviet war and defeat in Afghanistan? Of course not. The Nobels are for the U.S.
politicians, and the enemies or dissidents of the U.S. enemies.



Do the Norwegians really care about dissidents languishing in prisons?
How many thousands anti-American Afghans are languishing in prisons in Afghanistan since 2001 without trial? The U.S. doesn't say, but a figure of 50.000 is talked about.. Would anyone of them get a Nobel? No. Barack Obama took the Nobel Peace Prize for keeping them in prison far worse than the Chinese prisons without trial. Is the life of Liu Xiaobo, who at least had a trial, worth a Nobel Peace Prize, while the lives of thousands of U.S. prisoners -and also the thousands of Palestinian prisoners kept for life without trial by Israel, worth anything? No, it is not! And that is the shame of the Nobel Peace Prize. And I feel those with high ethical standards - like Le Duc Tho- should refuse to accept it.

Nikos Retsos, retired professor"

lamento que esteja em inglês. se alguém não entender, contacte que eu traduzo.
abraço

pedras contra canhões disse...

não deixo de achar que este comentário de um Professor estadunidense tem alguma oportunidade:

"Liu Xiaobo is lucky to be Chinese, and the U.S. through its influence on who gets the Nobel and who doesn't, want to stick it to China through Norway. Would Liu Xiaobo have gotten a Nobel Peace Prize if he were an Egyptian dissident? How many Egyptian dissidents languish in prison in Egypt - under worse prison conditions, and under a police famous for torturing prisoners. Well, it is hush-hush for dissidents under our puppet regimes, and Nobels for dissidents under our foes! Has the Egyptian cleric Abu Omar, who was kidnapped in Italy by the CIA, and turned over to Egypt who tortured him, gotten a Nobel? What about the thousands of dissidents in Saudi jails? Aren't they humans? The fact is that our Norwegian friends have transformed the Nobel Prize process into "a Nobel Award Mill" to help us and mud-sling our foes!



The award of the Peace prize to Liu Xiaobo, therefore, is a nice way to undermine China, the greatest threat to the U.S. in Asia. Any dissident who helps portray countries antagonizing the U.S. as brutal is eligible, and many have gotten Nobel Peace prizes. Did any Latin American
dissident of the U.S. dictators in Latin America ever receive a Nobel Peace Prize? No, they were all exterminated by CIA trained and funded “Death Squads." Did Mao Tse-Tung, Mohandas Ghandi, and other men who liberated their people, and who are considered by historians "Men of Universal Destiny," receive a Nobel? Of course not. Did Henry Kissinger receive a Nobel for the U.S. war and defeat in Vietnam? Sure he did. And to make Kissinger's award look real, the Nobel Committee offered the North Vietnamese foreign minister Le Duc Tho a Nobel too! He refused the offer. "There was never a peace deal with the U.S. We won the war," he said. Did the Soviet
Foreign Minister Andrei Gromyko get a Nobel peace for the Soviet war and defeat in Afghanistan? Of course not. The Nobels are for the U.S.
politicians, and the enemies or dissidents of the U.S. enemies.



Do the Norwegians really care about dissidents languishing in prisons?
How many thousands anti-American Afghans are languishing in prisons in Afghanistan since 2001 without trial? The U.S. doesn't say, but a figure of 50.000 is talked about.. Would anyone of them get a Nobel? No. Barack Obama took the Nobel Peace Prize for keeping them in prison far worse than the Chinese prisons without trial. Is the life of Liu Xiaobo, who at least had a trial, worth a Nobel Peace Prize, while the lives of thousands of U.S. prisoners -and also the thousands of Palestinian prisoners kept for life without trial by Israel, worth anything? No, it is not! And that is the shame of the Nobel Peace Prize. And I feel those with high ethical standards - like Le Duc Tho- should refuse to accept it.

Nikos Retsos, retired professor"

lamento que esteja em inglês. se alguém não entender, contacte que eu traduzo.
abraço

joão l.henrique disse...

A falta de credibilidade na atribuição destes prémios, é por demais evidente.

Um abraço.

GR disse...

O Prémio Nobel é uma falácia nojenta. Dá jeito a muitos países para terem novos assuntos, já velhos e repetidos de discussão anticomunista.
Gostei de ler o comentário do prof.Nikos Retsos.

Bjs,

GR

A CHISPA ! disse...

Realmente é verdade.
Depois de tudo quanto os dirigentes revisionistas chineses, têm feito para restaurar o capitalismo e abrir as portas da China e a exploração do seu povo às potências imperialistas, não há dúvida nenhuma que se trata de um gesto de INGRATDÃO.

Os lacaios da burguesia imperialista que atríbuem os Nobel são mesmo UNS MAUS.

"achispavermelha.blogspot.com"
A CHISPA!

Nota:A "A CHISPA!" deixou agora mesmo um comentário sobre as propostas das jornadas parlamentares dos deputados do PCP,no "anonimosecxxi..." vão ver!

Anónimo disse...

Já se percebeu que atribuir o Nobel a opositores das ditaduras comunistas dá nisto.
Felizmente que houve em Portugal o 25 de Novembro, para garantir que a liberdade e a democracia não seriam derrubados pelos inimigos da liberdade.
Liberdade e comunismo são incompatíveis.

Medronheiro disse...

É a masturbação de anónimos e outras chispas.

do Zambujal disse...

Como se pode ver no tal anónimo do sec, xxi, a sua posição coincide com a aqui tão ben traduzida, blogoesfericamente.
O tal do séc. xxi é um anónimo que... não é anónimo e não quer confusões com os que se escondem no anonimato.
Abraços meus do meu heterónimo (ainda me obrigam a mudar de nome... Bernardo Soares - o do desassossego - ou coisa assim), isto é, a dobrar ou a triplicar!

Graciete Rietsch disse...

A mesma "dúvida" que já deixei noutro comentário. Que fizeram esses Senhores pela Paz?

Um beijo.

samuel disse...

Como ousei escrever, este prémio é apenas a segunda parte do mesmo filme...

Abraço.

Anónimo disse...

Agora o PCP já defende os chineses? Bolas, andaram anos a denegrir os chineses por estes não seguirem a linha soviética (traidores, agentes da CIA e lacaios do imperialismo eram mimos frequentes) e agora defendem os chineses com unhas e dentes.... mesmo que os chineses (e bem!) tenham mandado o comunismo para o caixote do lixo da História (que é o sítio apropriado para tão nefasta ideologia).
A China neste momento não é mais do que um país explorador da sua classe operária.
Tem a sua graça ver um partido que se diz "defensor dos trabalhadores" defender um país que é o mais explorador da classe operária em todo o mundo.

Anjos disse...

"Mais um golpe na credibilidade» daquele Prémio..." - Está tudo dito.
Obrigada, "pedras contra canhões", pela partilha de tão oportuno (e interessantíssimo)comentário do prof. Nikos Retsos. Era bom que essa salganhada de anónimos (que melhor seria parvónios)com chispa(chispe, seria mais adequado), o lessem. A verborreia da dita salganhada só confirma que Desenvolvimento e IGNORÂNCIA é que são verdadeiramente incompatíveis!!!!!...
...E chegámos ao que todos sabemos e sentimos.

Abraço

Fernando Samuel disse...

Maria: mais do mesmo...
Um beijo grande.

pedars contra canhões: tem mesmo grande oportunidade! Obrigado.
Um abraço.

joão l.henrique: mas eles já estão habituados...
Um abraço.

GR: o anticomunismo é um vulcão em actividade permanente...
Um abraço.

A Chispa: é só esperar um bocadinho: há-de estar aí a chegar um «anónimo» a dizer mais ou menos o mesmo.

anónimo: pronto, dever cumprido.

Medronheiro: um abraço.

do Zambujal: há anónimos e há... o resto...
Um abraço.

Graciete Rietsch nada, por isso foram premiados...
Um beijo.

samuel: um filme em n partes...
m abraço.

Anónimo: um pouco atrasado, não?: os colegas chegaram mais cedo. Paciência.

Anjos; tens razão - e é nestas alturas que emergem, nítidas, as santas alianças, em que «extrema esquerda» e direita fascistóide mostram quem é... o «inimigo principal»...
Um abraço.