(CAI O PANO)

A espectacular representação montada em torno do sentido do voto do PSD em relação ao OE, chegou ao fim: hoje, a dúvida está em saber se o PSD aprovará o OE votando a favor ou abstendo-se...

No entanto, durante algum tempo houve quem pensasse (ou fingisse pensar...) que o partido de Passos Coelho iria chumbar o Orçamento - e quem assim pensava (ou fingia pensar...) manifestava pungentes preocupações com tal eventualidade.
Assim, de todos os quadrantes políticos ligados à política de direita - desde Mário Soares à Banca - choveram os apelos à «inteligência», ao «bom senso» e ao «sentido de responsabilidade» do líder laranja.
E há que reconhecer que o líder mostrou-se possuidor de «inteligência» qb; de um elevado «bom senso»; e de um subido «sentido de responsabilidade» - qualidades às quais acrescentou um patriótico respeito pelo «interesse nacional»...

É claro que a representação de farsas deste tipo está sempre - como não podia deixar de ser - povoada de curiosidades, de ocorrências pitorescas, de casos, enfim...- casos que, por vezes, são por demais elucidativos...
É o caso relatado pelo Correio da Manhã de hoje e que, a ser verdadeiro, mais parece uma farsa dentro da farsa...

Em três actos:

1º acto: nesses dias tormentosos em que o «voto contra» do PSD se apresentava como certo, Francisco Louçã, dirigiu-se a deputados do PSD, «nos corredores do Parlamento», e - presumo que com ansiedade na voz e nos gestos - perguntou-lhes se era «mesmo verdade» que o PSD ia votar contra o OE;
2º acto - os deputados inquiridos - presumo que em coro festivo - responderam que sim;
3º acto - o líder do BE - presumo que em pânico - gritou-lhes: «Vocês estão loucos, ou quê?»
(Cai o pano)

8 comentários:

smvasconcelos disse...

Que grande farsa, esta!E que bons actores, para quem se deixa enganar. Nada que devesse surpreender, mas ainda assim, enoja.
Um beijo,

Anjos disse...

É só mais uma farsa a juntar a tantas outras como por ex. a atribuição do Prémio Sakharov!...
O guião é sempre o mesmo.Quando haverá mudança de guionista?

joão l.henrique disse...

O pano caiu mas, a farsa continua nos bastidores, para ser levada-à-sena nos próximos dias.

Um abraço.

samuel disse...

Faz lembrar os "desasombrados votos contra" de Alegre, na Assembleia... depois de garantidos os votos suficientes para o PS ganhar as votações em causa... :-)))

Abraço.

GR disse...

Ops!
Tiraste a máscara ao Louçã. O homem até é um bom actor, quando entra em cena, até parece real, quero dizer, parece falar verdade.
Claro, depois do teatro terminar ele torna a ser aquilo que sempre foi!

Bjs,

GR

Antuã disse...

Isto é que vai uma crise!

Fernando Samuel disse...

smvasconcelos: e que farsantes!...
Um beijo.

Anjos: o guião é o mesmo e os actores são da mesma família...
Um abraço.

joão l.henrique: monumental farsa...
Um abraço.

samuel: truqes velhos...
Um abraço.

GR: mestre na representação...
Um beijo.

Antuã: vai, vai...
Um abraço.

Nelson Ricardo disse...

Sim, tudo aquilo é um teatro tão grande que às vezes me pergunto a mim mesmo se os "actores" têm noção do ridículo.

Um Abraço.