O DIA SEGUINTE

De hoje a um mês - 8 de Junho - será o dia seguinte às eleições para o Parlamento Europeu e, pouco depois, os deputados eleitos iniciarão (ou reiniciarão) as suas funções.
Cada um à sua maneira, como temos visto até aqui - sendo certo e sabido que, dos actuais cabeças de lista, Ilda Figueiredo será a que mais trabalho desenvolverá e a que, naquela instância europeia, melhor defenderá os interesses de Portugal e dos portugueses.
De facto, a postura singular dos eleitos da CDU faz a diferença: o que dizem aos eleitores durante a campanha eleitoral é o que fazem nos órgãos para que foram eleitos.
Lá como cá.

Há um outro aspecto que mostra a diferença entre o PCP/CDU e todos - todos! - os outros partidos: é o que tem a ver com o dia seguinte às eleições.
No caso do PCP e dos seus aliados, no dia seguinte, seja qual for o resultado obtido, a luta continua - sendo certo que quanto melhor for o resultado obtido mais forte será a luta.
Porque é para isso que os comunistas querem obter mais votos em cada eleição: para fortalecer a luta.

Mesmo quando não são eleitos, não é por isso que os candidatos comunistas desistem de lutar pelas propostas com que se apresentaram aos eleitores e de cumprir os compromissos que com eles assumiram.
Um exemplo: nas últimas eleições legislativas, Ilda Figueiredo foi cabeça de lista da CDU pelo distrito de Aveiro. Não foi eleita.
No dia seguinte, às oito da manhã, Ilda Figueiredo estava à porta de uma empresa do distrito, levando a sua solidariedade aos trabalhadores ameaçados de perderem os seus postos de trabalho.
Dos deputados que o eleitorado do distrito elegera na véspera, nem um lá estava...
E muito provavelmente, parte grande dos trabalhadores dessa empresa era nesses deputados que tinha votado...


De hoje a um mês - 8 de Junho - será o dia seguinte às eleições para o Parlamento Europeu. Esperamos que o eleitorado, dando mais votos à CDU, dê mais força à luta que irá prosseguir.
E assim será se cada um de nós, activistas da CDU, der o seu contributo para levarmos por diante uma grande e esclarecedora campanha eleitoral - uma campanha que marque a diferença e que dê mais força à luta do dia seguinte.

10 comentários:

samuel disse...

Será mais um "dia seguinte" definidor dos que se seguirão.

GR disse...

Todos os nossos camaradas dão o melhor de si, mas, é para nós um privilégio podermos trabalhar, com a camarada Ilda Figueiredo, (ela) Dá Mais Força à CDU!
Não se compreende como é tão bem recebida, respeitada pelos trabalhadores, depois a votação é o que se vê!
No dia seguinte, A Luta Continua!

Bjs,

GR

Anónimo disse...

Preconceitos de longa data, alimentados com desinformação e calúnias, é no que dão.
Mas, desta vez a telenovela do vitalis desgraçadinho, coitadinho, não deu os resultados que os autores esperavam. Não sei se a culpa é do artista principal, se dos coadjuvantes, ou de todos à mistura. Ou então, é da assistência que não é tão "tola" como eles pensam.

Campaniça

Ludo Rex disse...

Pela força e mudança!
Estamos Juntos.
Um abraço

Ludo Rex disse...

Demos Força à CDU!

Ana Camarra disse...

Ilda Figueiredo é a face de muito trabalho e dedicação, daintervenção que fazemos para construir um mundo mais justo.

beijos

Antuã disse...

independentemente do resultado eleitoral a luta continuará.

poesianopopular disse...

A luta é desigual!
É sempre um contra todos, mas...ainda existem muitos portugueses que estão do nosso lado, do lado solidário, do exemplo que dignifica, e nos dá força para continuarmos a luta, contra todas as injustiças, que continuam a ser praticadas contra os trabalhadores.
Abraço

Fernando Samuel disse...

samuel: afinal, é no «dia seguinte» - e no que «fazer dele» - que está o «segredo»...
Um abraço.

GR: no dia seguinte lá estaremos - e é isso que conta.
Um beijo.

Campaniça: a provocação foi bem evidente: mas o facto de todos os jornais, rádios e televisões terem participado nela, quer dizer alguma coisa...
Um beijo.

Ludo Rex: lutar sempre, é o caminho.
Um abraço.

Ana Camarra: e é um exemplo entre muitos milhares...
Um abraço.

Antuã: e isso é o mais importante.
Um abraço.

poesianopopular: e a luta é que decidirá tudo.
Um abraço.

Maria disse...

Entrámos em contagem decrescente. Para tudo o que temos que fazer este ano. Para todas as lutas que se avizinham.
Que ninguém se engane na contagem...

Um beijo grande