CURRÍCULO À PROVA DE BALA

Alemanha, França e Grã-Bretanha - os três principais lacaios dos EUA - levaram ao Conselho de Segurança da ONU uma proposta de resolução visando condenar e aplicar sanções ao governo sírio.
Se a proposta passasse, ficavam com luz verde para fazer na Síria o que fizeram na Líbia.
Contudo, desta vez a proposta não passou: a China e a Rússia fizeram, agora, o que deveriam ter feito e não fizeram, no caso da Líbia: vetaram a proposta.

Indignada, a Clinton disse que «a Rússia e a China têm que prestar contas ao povo sírio e a todos os que combatem pela liberdade no mundo»...
Obama, esse, expôs uma vez mais a sua ideia sobre «acções militares»: disse ele que não é apenas quando há vidas de norte-americanos em perigo que as acções militares se justificam; para os EUA, essas acções justificam-se e são necessárias em todo o lado onde há vidas em perigo...

Quer isto dizer que os preparativos para o assalto à Síria avançam...
E é bem provável que, no terreno, as coisas estejam bastante avançadas.
Com efeito, a ofensiva para o derrubamento do governo de Bashar al-Assad está em marcha, de forma organizada, desde 2005, altura em que os EUA investiram em força, pondo milhões de dólares ao dispor da CIA para agir no terreno.
E a CIA, com a sua vasta experiência de organização de crimes, há-de ter feito o que lhe compete...


Assim se defende a liberdade e a democracia no mundo... e assim se confirma que, para isso,
não há como criminosos de guerra com currículo à prova de bala...

11 comentários:

Maria disse...

E os amigos da Clinton & Cia. apoiam, assistem, aplaudem, e querem mais.
Só nos resta Lutar!

Um beijo grande.
(até amanhã ;) )

trepadeira disse...

A China parece estar a acordar,ainda ontem soube que proibiu a comercialização de arroz e trigo transgénicos,um bom pontapé nos interesses da besta.

Um abraço,
mário

samuel disse...

O império vai estendendo os tentáculos...

Abraço.

joão l.henrique disse...

Ontem foi a Libia hoje a Síria, amanhã outro será porque a máquina de guerra, tem que rebentar todos os dias toneladas de bombas em algum local para satisfazerem os interesses do império.


Um abraço.

gina henrique disse...

E a máquina de guerra que não pode parar é talvez a razão mais importante!

Miguel Botelho disse...

Estados Unidos da América: o inimigo n.º 1 do planeta e de toda a humanidade.
A sua política externa é toda ela baseada em mentiras, enganos e corrupção.
Por mais que falem em democracia, liberdade e direitos humanos, a sua verdadeira intenção (objectivo) é a conquista militar de todo o espaço e todo o planeta.

josé Manangão disse...

Ao que isto chegou!
Termos que viver com o inimigo dentro de casa e a contra-gosto,autêntica guerra de convicções.É preciso estar bem convicto e preparado para tal.
Abraço especial para hoje.

Graciete Rietsch disse...

E parece que,embora não possa afirmar porque vi só de passagem,
hoje mesmo se inventou um tiroteio na Síria durante um casamento.
Mas,também hoje, passei um dia muito bom na comemoração do 4º aniversário do CRAVO DE ABBRIL.
Gostei muito e senti-me emocionada com o sentimento de solidariedade e a amizade que encontrei nos amigos.
Foi mesmo muito bom.

Parabéns CRAVO DE ABRIL

Um beijo.

GR disse...

Foi bonita a Festa, pá! com a nossa gente!

Gostei também do 4º Aniv. do Cravo de Abril. Abracei amigos e camarads que há muito desejava, foi um grande convívio cultural.

Parabéns Cravo de Abril!

GR

samuel disse...

E se soubessem a pena que eu tenho de não ter podido estar presente...

Grande abraço.

Fernando Samuel disse...

Maria: lutar é o nosso caminho.
Um beijo grande.

mário: continuo sem entrada na caixa de comentários da Trepadeira.
Irei tentando.
Um abraço.

samuel: temos que ir cortando esses tentáculos, um a um...
Um abraço.

joão l.henrique e gina henrique: não sei o que se passa, mas estou sem acesso à caixa de comentários do vosso Ponta Esquerda.
Continuarei a tentar.
Um beijo e um abraço.

Miguel Botelho: é esse o objectivo maior deles e para o alcançarem recorrerão a todos os meios... mas nós cá estamos...
Um abraço.

José Manangão: obrigado pelos teus lindos parabéns.
Um abraço.

Graciete Rietsch: convívios como o de ontem, dão-nos força para a luta necessária.
Um beijo.

GR: um beijo grande para ti e um abraço igual para o Alex.

samuel: mas «estavas lá"...
Um abraço.