POEMA

ONDE PERSISTA...


Onde persista o medo é porque há tirania.
Onde persista a fome é porque há exploradores.



Armindo Rodrigues

7 comentários:

GR disse...

Porém, mesmo havendo tirania e exploradores o medo ficou de lado e a GG foi um sucesso!

Bjs,

GR

samuel disse...

Quatro das muitas pragas que é urgente erradicar!

Abraço.

Maria disse...

E porque tudo isto ainda existe a Greve Geral é a maior de todas!
Leva tempo, mas 'quando o povo acorda é sempre cedo'.

Um beijo grande!

Graciete Rietsch disse...

Nada mais verdadeiro, mas esta grande Greve mostra que as lutas nunca se perdem. Os exploradores tremem e os explorados ganham mais confiança na sua força.

Um beijo

CRN disse...

Onde persista o povo haverá justiça!

Justine disse...

Como o poeta tem razão!

Fernando Samuel disse...

GR: quando se vence o medo, é assim...
Um beijo.

samuel: e que a luta erradicará.
Um abraço.

Maria: o Zé Carlos anda por aí...
Um beijo grande.

Graciete Rietsch: a consciência da força dá muita força...
Um beijo.

CRN: é isso.
Um abraço.

Justine: se tem!
Um beijo.