E NÓS A VERMOS...

Um amigo fez-me chegar esta interessante definição de «liberal», que passo a partilhar convosco:

Liberal é o indivíduo que, montado nas costas do outro, que quase esmaga com o seu peso, lhe vai dizendo que lamenta muito, muito, muito, e que, para o aliviar da carga, fará tudo, tudo, tudo... excepto sair de cima dele.

Isto faz-me pensar na quantidade de liberais que há 34 anos nos andam a lixar - de Soares a Sócrates, passando por Sá Carneiro, Balsemão, Freitas, Cavaco, Guterres, Barroso & Lopes...


«E nós a vermos», como acabou de nos dizer o O'Neill...

9 comentários:

Aristides disse...

Essa definição está fantástica. É que é mesmo assim. Até ver...

Justine disse...

Até quando???

joão l.henrique disse...

«E nós a vermos», mas não indiferentes!


Um abraço.

trepadeira disse...

Pode ser que com tanta espora e aguilhão o povo vcomece aos coices e pinotes até cairem.
Um abraço,
mário

samuel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
samuel disse...

Seguindo o raciocínio do Mário... também eu já vi súbitos e "elegantes" pinotes fazerem voar os mais "empenhados" cavaleiros...

Abraço.

Anónimo disse...

São necessários uns valentes coices.

Fernando Samuel disse...

Aristides: até que...
Um abraço.

Justine: até... um dia destes...
Um beijo.

joão l.henrique: pelo contrário...
Um abraço.

mário: bem preciso é...
Um abraço.

samuel: ora aí está!; vamos a eles...
Um abraço.

Anónimo: valentes e muitos...
Um abraço.

Graciete Rietsch disse...

A luta tem que continuar e endurecer.

Um beijo.