POEMA

DESLIGANDO A TV


A esta hora as anémonas nadam evitando o lodo
e Jesus Cristo está ainda sentado à direita de Deus Pai É a ele
que me dirijo: para que
evite a poluição das águas;
acenda a luz nas auto-estradas;
faça admitir na Guarda Nacional indivíduos capazes;
fiscalize devidamente os empréstimos externos;
esteja ao lado dos camponeses e dos operários;
mantenha a nossa cidade limpa;
acabe de vez com a inflação e o contrabando;
não permita lock-outs;
não se alheie das graves dificuldades do Serviço Nacional de Saúde;
atenda as preces das mães solteiras;
não deixe continuar nesta situação o nosso único Zoo;
dê coragem aos que julgam que não há nada a fazer;
tire da cabeça dos nossos governantes a ideia maluca
de mandarem construir uma central nuclear;
impeça o desvio dos nossos aviões;
dê um empurrãozinho na Habitação Social;
veja bem o que se está a passar com os impostos;
dê também uma olhadela pela Secretaria de Estado da Cultura;
ajude o mais possível as nossas colheitas;
procure a maneira de actualizar as pensões de reforma e invalidez;
termine com as pequenas e grandes invejas dos nossos intelectuais;
volte a pôr a Feira do Livro na Avenida da Liberdade;
tente que cada um de nós ame mais o próximo ou
se não for possível que ao menos façamos todos férias repartidas.


Joaquim Pessoa

8 comentários:

samuel disse...

O Joaquim estava num grande dia! :-)))

Ana Camarra disse...

Fernando Samuel


Apesar de estar muito bem (e não ser grande fã do Joaquim Pessoa) acho que mais do que contar com Jesus Cristo teremos de ser nós a salvaguardar esssas coisas todas!

beijos

Justine disse...

Fez-me rir, o JP com as suas preces!
...e "a esta hora as anémonas nadam evitando o lodo"...

Maria disse...

Este Joaquim Pessoa é fantástico!
Dois poemas completamente diferentes, aqui e lá, e ambos bonitos, mas este com uma FORÇA e IRONIA que poucos sabem...

Um beijo grande

beta disse...

Não é à toa que o Joaquim Pessoa é o meu poeta preferido!Não conhecia e adorei, principalmente a justeza dos pedidos!
Um abraço camarada.

poesianopopular disse...

...Se isto não fosse uma magestral sátira,eu ficava furioso pois penso que o tempo da pedincha acabou; ´nos temos é que exigir e conquistar, tudo aquilo a que temos direito!
Se o tal de Jesus cristo quizer estar do nosso lado...tudo bem!
Abraço grande

Ludo Rex disse...

A cultura é a base de um povo esclarecido…
Abraço

Fernando Samuel disse...

samuel: estava num dia dos dele...
Um braço.

Ana Camarra: se bem me lembro já otra vez manifestaste essa tua não preferência...
Um beijo.

justine: não há como as anémonas para evitarem o lodo...
Um beijo.

Maria: vê bem a coincidência...
Um beijo grande.

beta: tens boas preferências...
Um beijo amigo.

poesianopopular: há muitas maneiras de exigir...
Um abraço.

Ludo Rex: é, sem dúvida.
Um abraço.