O INCHAÇO

Após uma série de sessões nas quais apresentou, com sucesso fulgurante, a sua «moção de estratégia», Sócrates foi reeleito secretário-geral do PS.
E tamanho foi o duplo êxito que o homem, inchado de orgulho, não cabe em si de satisfação com a grandeza que detectou no seu partido e, agora, trata os portugueses e portuguesas como se todos e todas fossem membros do PS ou, no mínimo, candidatos a tal condição...
Ora, como avisadamente escreveu Santo Agostinho por volta do ano 400, «orgulho não é grandeza: é inchaço. E o que está inchado parece grande, mas não é sadio»...

A verdade é que, no que respeita ao acto eleitoral, participaram nele cerca de 30% dos inscritos no PS (dos quais 96,4% deram o seu voto ao actual primeiro-ministro) - certamente os que consideram bons os serviços por ele prestados ao partido e ao País...

Quanto às sessões em torno da «moção de estratégia» - sessões que, por razões que a razão desconhece, alguém apelidou de «debates» - constituíram, todas elas, vibrantes manifestações de orgulho partidário e de sólida confiança na continuação da boa governação do País pelo líder bem-amado.
E na verdade, nessas memoráveis sessões - desde a primeira, perpetrada em Évora, até à mais recente, cometida na cidade de Viseu - o «debate» estratégico-partidário elevou-se à superior condição de comício-pimba - neste último caso, «num pavilhão quase cheio com militantes de todo o distrito» e (quem o diz é «um militante de Lamego») «arregimentados com muitos telefonemas», já que - como sublinha «um militante de Mortágua» - «as ordens são para não desmobilizar em torno do secretário-geral».

E é este inchaço, composto pelo secretário-geral reeleito e pelos militantes arregimentados, que faz a grandeza do partido do governo.

12 comentários:

salvoconduto disse...

Parece a antiga União Nacional.

Quanto ao inchaço, incha desincha e passa.

Rui Silva disse...

Aquele cartãozinho (o de sócio, ou militante, ou lá o que é) é uma preciosidade! -É um verdadeiro salvoconduto. Consta que com ele se operam verdadeiros milagres... - Sem ter de ir a Fátima. -Basta ir ao Rato.

Maria disse...

O homem é um triste. O partido dele anda triste. Depois dão assim uma de "vitória espantosa" de 94 ou 96% de votos (em 25% de eleitores, hehehe) e nós é que somos... o que eles dizem que somos....
Ora bolas! Qual, de todos os partidos que recentemente fizeram congressos, convenções ou que lhe quiserem chamar, teve a discusão, a participação, que teve o nosso Partido no último congresso? (ou nos anteriores...)
Caramba, nem dá para ter pena dos tipos...

Um beijo grande

kinaxixi disse...

Até pode ser que aquilo incha até rebentar.

Um abraço
alex campos

samuel disse...

Se for um furúnculo, a coisa resolve-se...

Antuã disse...

Aquilo é só pus.

Anónimo disse...

Meu caro samuel todos os dias procuro o teu blog pois ha sempre
algo de importante e de interesse.
Sobre o inchaço de Socrates,tanto
maior sera o inchaço maior sera o rebentamentoArmando

Anónimo disse...

Meu caro samuel todos os dias procuro o teu blog pois ha sempre
algo de importante e de interesse.
Sobre o inchaço de Socrates,tanto
maior sera o inchaço maior sera o rebentamentoArmando

Ana Camarra disse...

Tudo muito democrático....
Aqui no burgo para as Eleições da concelhia PS um cabecilha (ex-CDS com aspirações a nazi)andou a pagar apressadamente as cotas dos velhos para usar esses votos, valeu uma cena de pancadaria, na via publica, entre esse e outro cabecilha.
Mais ainda, uma das listas á Concelhia PS teve menos votos do que......membros da lista.
Fantástico!
Depois acho graça quando me falam na cassete do meu partido, por acaso acho.

beijos

Fernando Samuel disse...

salvo conduto: e olha que parece mesmo...
Um abraço.

Rui Silva: os milagres do rato...
Um abraço.

Maria: o nosso é um Congresso - o deles é uma coisa...
Um beijo grande.

kinaxixi: que inche, que inche...
Um abraço.

samuel: rebenta-se com o gajo e pronto...
um abraço.

Antuã: um nojo!...
Abraço.

Armando: um abraço grande, camarada - e volta sempre.

Ana Camarra: pois é: nós é que temos cassete...
Um beijo.

Antonio Lains Galamba disse...

e depois têm a lata de publicar leis «para salvaguardar a democracia dos partidos da oposição». Haja pachorra. o ps mete nojo.

Fernando Samuel disse...

Antonio Lains Galamba: mete nojo, mete...
Abraço grande.