GENTE FINA

A grande notícia do fim-de-semana foi, como se esperava, a Convenção do BE: lugar de destaque, todos os dias, nas primeiras páginas; e, todos os dias, em páginas e páginas interiores: reportagens encomiásticas, entrevistas, fotos, comentários e análises, enfim, todo o habitual foguetório laudatório com que os média dominantes usam tratar os seus preferidos - que são, por coincidência, os preferidos dos donos desses média: os grandes grupos económicos e financeiros.
E se o BE é preferido todos os dias de todos os meses de todos os anos, mais preferido teria que ser em dias de convívio nacional da prestimosa agremiação.

Sobre a Convenção propriamente dita, os média disseram-nos que nela se falou muito, muito, sobre uma caudalosa torrente de temas, criteriosamente distribuídos:

no primeiro dia: eleições, alianças, votos, louçã, manuel alegre, juntar forças, deputados;

no segundo dia: eleições, alianças, votos, louçã, manuel alegre, juntar forças, deputados;

no terceiro dia: eleições, alianças, votos, louçã, manuel alegre, juntar forças, deputados - e esquerda grande.

E como o tempo passa a fugir e não dá para tudo, falou-se menos - muito menos, muito muito menos... - de temas género o código do trabalho e outros da mesma família.
Além de que a Convenção estava ali para se debruçar sobre temas elevados, upa-upa - e não para perder tempo com questões insignificantes, menores, rasteiras.
Gente fina é outra coisa...

8 comentários:

samuel disse...

... e ficam muito bem nos retratos.

Maria disse...

Ou como diria um amigo meu
"gente coisa é outra fina"...
Baralhando e voltando a dar, ficou tudo na mesma, pois...

Um beijo grande

alex campos disse...

O BE$ desempenha bem o seu papel histórico, não haja dúvida nenhuma.

Antuã disse...

A Fina Flor do Entulho fica muito bem naqueles meios.

do zambujal disse...

Tal e qual!

Aristides disse...

Desculpem lá, mas até me emocionei com certas reportagens, nomeadamente uma do DN em que referia a fantástica liberdade dos jornalistas circularem no recinto, ao contrário dos outros partidos, e da "pequena e enternecedora filha" da Ana Drago que ficou com os avós enquanto a mãe se dedicava à política. Não me digam que isto não é de ir às lágrimas?
Sectários!!!
Abraço

Ana Camarra disse...

Falta dizer outra coisa que vão fazer programa de Governo, não disseram qual, também não interessa para nada, foi muito bonito, tinham todos um ar muito feliz, viu-se a olho nú alguns desaguisados que ficam em águas de bacalhau até aos actos eleitorais.
Depois logo se vê com que Governo se programam...

beijos

Fernando Samuel disse...

samuel: a experiência é grande...
Um abraço.

Maria: é mesmo assim, uma questão de baralhar e voltar a dar...
Um beijo grande.

alex campos: impecavelmente...
Um abraço.

Antuã: é o seu habitat natural...
Um abraço.

do zambujal: nem mais...
m abraço.

Aristides: às lágrimas?: upa, upa...
Um abraço.

Ana Camarra: estava ali o governo em peso...
Um beijo.