Iraque: 5 anos depois

A Organização Mundial de Saúde (OMS) indica-nos que - desde 2003- já morreram 223 mil civis mortos directamente pela guerra (presumo, portanto, que se excluam as vítimas- a médio/longo prazo- do Urânio empobrecido, e outros químicos que tais...). Qual o preço destas vidas humanas? Para a filosofia de guerra norte-americana, estas perdas materializam-se em 504 bilhões de €. (Note-se que era necessário multiplicar a fortuna do homem mais rico do mundo por 900 fortunas iguais para atingir este valor. ) Mas Bush não tem dúvidas quanto à eficácia de tal guerra: "o sucesso a que assistimos no Iraque é inegável." Para si, e para a sua família, é realmente inegável: o petróleo iraquiano foi todo entregue a 3 companhias estrangeiras: ficando na sua maioria nas mãos da ESSO (companhia petrolífera ligada à família Bush). Com negócios destes, não há Saddam que resista...

10 comentários:

Sal disse...

E ninguém corta o pio a esse %$#?=)±§*?+"#$%/&%$ do Bush???

João Filipe Rodrigues disse...

Criminosos!

Fernando Samuel disse...

O «sucesso inegável» da «liberdade, da democracia e dos direitos humanos», ou seja, do TERRORISMO.

Antonio Lains Galamba disse...

t5errorismo... oh meus amigos...xzxxzzz nao havia hummm nexexidade... uhmmm. ora chamar terroristas uhhmmm a este povo amigo uxxxmmm... terroristas sao esssses ateus das farc. ixo sim, hum... vamos la, com juizinho, um...

Antuã disse...

Quem me dá piada é o ordenança Loureiro dos Santos. De criminosos e de imbecis se faz a história do capitalismo.

Antuã disse...

Comecei bem o dia a ouvir o ceguinho João Gobern na Antena-1. Então o moço de recados não perguntou, a propósito do hospital Amadora/Sintra, se o Sócrates não é esquerda onde é que está a esquerda?!.. Com ceguinhos destes, que não cegos, só nos resta mudar de quadrante. O pior é que na conta da EDP vem a factura para pagar a tal gente.

GR disse...

Durão diz que foi enganado.
Azanar que faria novamente tudo igual.

Criminosos, covardes e hipócritas!

GR

Miguel disse...

A operação mais obviamente abjecta, à revelia da ONU, da invasão de um país em nome do capitalismo selvagem. As empresas petrolíferas sugam alegremente o petróleo do país devastado, as empresas de armamento sugam o contribuinte norte-americano para destruir o povo iraquiano, as empresas de contrução americanas cobram milhões para construir o que as suas congéneres destruiram.

Lucros e lucros da ordem dos muitos zeros que se acumulam graças à actividade destes arautos da democracia, assim denominados pelos media globais, e que culminam no sofrimento milhões de seres humanos.

Fernando Samuel disse...

miguel: parabéns pelo site PCP-OVAR.
Um abraço.

GR disse...

Antuã já viste o site-PCP-OVAR?
Está muito bem feito.

Super Miguel, Parabéns.

GR