DIREITOS HUMANOS

É sabido que os média dominantes informam e opinam sempre de acordo com a voz do dono - e têm os seus alvos preferenciais, num sentido e noutro.
Assim, por exemplo, dos EUA, esses média dão-nos sistematicamente uma imagem super favorável, enquanto, por exemplo, em relação a Cuba fazem exactamente o oposto.
Para isso ocultam notícias, falsificam notícias, manipulam notícias, inventam notícias...
De tal forma que os milhões de cidadãos que têm como único acesso à informação os média do grande capital (a imensa maioria das televisões, rádios, jornais...) ficarão a «saber» que os EUA são o país do respeito máximo pelos direitos humanos e Cuba o país onde esses direitos são brutalmente violados todos os dias...
Eis duas notícias ocultadas pelos média dominantes (que, no entanto, se fartaram, todos, de fazer «balanços» do anos que passou...:

Em 2011, os EUA registaram uma taxa de mortalidade infantil de 7 - além de que, no país de Obama, mais de sete milhões de crianças carecem de cobertura sanitária.

Em 2011, Cuba registou a mais baixa taxa de mortalidade infantil do continente americano (a par da do Canadá) - 4, 9 - e tem uma política sanitária que garante a equidade no acesso aos serviços assistenciais recebidos pela mãe e pela criança.


Estes são os factos - a lembrar-nos, entre muitas outras coisas, que o direito à informação é também um direito humano...

7 comentários:

svasconcelos disse...

Nem mais, Fernando Samuel! E desse direito humano, têm-nos privado desde sempre... Pulhas!

beijo!

Maria disse...

De ou sobre Cuba só falarão quando for para darem, pela 60ª vez, a notícia (falsa) da morte de Fidel. Sabemos como é, até porque este tipo de notícias não lhes interessa divulgar. Pudera...

Um beijo grande.

Graciete Rietsch disse...

A nossa informação é mentirosa e viola o direito ao conhecimento e à opinião com fundamento.

Um beijo.

O Puma disse...

Tu sabes bem que as empresas de comunicação
são instrumentos do sistema

Abraço amigo

samuel disse...

Por cá... o "direito" à informação é o direito de possuir os jornais, rádios, televisões. O resto...

Abraço.

Olinda disse...

Direito à saúde gratuita,direito à educaçao gratuita,direito de todas as crianças à alimentaçao básica,desde o círculo infantil,etc.sao direitos humanos que o povo cubano defende e defen derá até à morte,com toda a sua dignidade e bravura.Estes mesmos direitos,que sao bem humanos,nao sao respeitados nos EEUU.

pedras contra canhões disse...

Obrigado, Samuel, por me ajudares a cumprir o meu direito à informação, contra o chorrilho de desinformação que apenas reproduz a voz do dono.