CONTINUANDO

Continuando:

O Conselho Geral e de Supervisão da EDP, composto por 16 governantes bem governados da política de direita, reúne sete vezes por ano.
Se não reunisse vez nenhuma, não havia problema: para os lucros fabulosos da EDP basta que um qualquer Mexia decida aumentar as tarifas da electricidade - coisa que não exige nem reuniões nem outras considerações: aumenta-se e o paga...
Então para que é que os 16 figurões reúnem?
Simples: porque as reuniões lhes são pagas - e bem pagas, já que cada uma das sete realizadas durante o ano custa à EDP nada mais nada menos do que 205 mil euros - quantia que corresponde, mais coisa menos coisa, a 37 anos de trabalho de um trabalhador com salário mínimo Isto se, entretanto, o trabalhador não ficar no desemprego e sem subsídio...
Mas não há problema: como os governantes e afins não se cansam de nos dizer, «a crise toca a todos»...

Continuando:

Diz o Gaspar das Finanças que não serão necessárias mais medidas de austeridade.
Diz o Costa do BP que serão necessárias mais medidas de austeridade.
Diz o leitor anónimo, expectante: Afinal em que ficamos?
Digo eu: com este diz-que-diz estão ambos a lixar-nos. Cada um à sua maneira e os dois à maneira... deles.


Continuando:

A CGTP convocou para o dia 11 de Fevereiro uma manifestação nacional - contra esta cambada que nos rouba todos os dias e se enche com o que nos rouba.
Eu vou lá estar.

7 comentários:

trepadeira disse...

Já levamos as pedras?

Um abraço,
mário

joão l.henrique disse...

Lá estaremos para dizer;BASTA DE TANTO ROUBO E POLÍTICA RUINOSA!

Um abraço.

Maria disse...

Eu também vou lá estar! Ando engasgada faz tempo. E é sempre tempo de gritar e exigir o fim desta pouca vergonha. Que um dia vai acabar, porque virá um novo dia. O dia novo!

Um beijo grande.

samuel disse...

O que os desespera, por vezes, é saberem que continuaremos. Sempre!

Abraço.

Graciete Rietsch disse...

Eu também espero lá estar. E acho que temos que começar a impor um pouco mais a nossa força.

Um beijo.

GR disse...

Estes desgraçados não têm pudor em roubar os míseros tostões de quem trabalha.
Dia 11 todos estaremos na Grande Manifestação, pois podem-nos tirar o dinheiro, mas nunca a vontade de lutar.

Gd BJ

GR

João Geraldes disse...

E ainda por cima quem paga a esta gente toda somos nós! Como digo num texto (longo) que ontem dei à estampa no blog "Calcorreando (algumas) ideias" (http://calcorreando-ideias.blogspot.com/), essa ideia absurda de que não são os cidadãos, todos os cidadãos, que pagam tudo às empresas privadas é uma monstruosa mistificação. Queria ver os tais de accionistas a viverem à grande e à francesa se cá o Zé Povinho não lhes pagasse a electricidade a peso de ouro. Por acaso gostava …

Pois é ...