POEMA

CONFIDÊNCIA


Absorto, chegou-se ao pé de mim
e disse:
«Sabe, não sei se o patrão tem culpa ou não
de ser patrão;
mas a sarna também não tem culpa de ser sarna
- e é uma chatice!»


Francisco Viana

9 comentários:

GR disse...

Mas a sarna, com medicamentos adequados desaparece.
O patrão com atitudes fascistas…permanece!
Melhor que qualquer medicamento, é a luta consequente.

GR

anamar disse...

E com esta, fica-se muito bem...
Bom fim de semana

Ana Camarra disse...

Pois não têm!
Mas o Patrão têm muitas culpas, muitas vezes.

beijos

Maria disse...

Pois é. Diria que são uma chatice, os dois, e mais uns quantos...

Um beijo grande

Ludo Rex disse...

Pois, mas muitas vezes o patrão esquece-se de quem o ajuda a enriquecer...
Continuemos a Lutar pela Dignificação do Trabalho!
Abraço

Justine disse...

A sarna cura-se, ou neutraliza-se...:))

Fernando Samuel disse...

GR: com a luta o patrão vai-se...
Um beijo.

ana mar: bom fim de semana.
Um beijo amigo.

Ana Camarra: muitas culpas sempre...
Um beijo.

Maria: chatices destas é o que por aí não falta...
Um beijo grande.

Ludo Rex: pelo trabalho e contra o capital...
Um abraço.

Justine: e o patrão... substitui-se...
Um beijo.

samuel disse...

...nem o escorpião!

Fernando Samuel disse...

samuel: por exemplo...

Um abraço.