O MELHOR DE TODOS OS FERIADOS

O Governo decidiu reduzir o número de feriados.
Isto porque, acham eles e ela - os do Governo, os patrões da troika e a patroa Merkel - os portugueses trabalham pouco, descansam muito e isto assim não pode ser... por isso toca de cortar quatro feriados, a «crise» a isso obriga, etc, etc...

Mal a notícia veio a público, a Igreja, que também acha que os sacrifícios tocam a todos... - e temendo que os cortes incidissem essencialmente em feriados religiosos - apressou-se a avisar que, reduzir o número de feriados, sim senhor, desde que os quatro cortes anunciados fossem divididos em partes iguais pelos feriados civis e os religiosos.

O negócio parece estar bem encaminhado, porque, diz a notícia, D. Policarpo está disposto a «deixar cair o Corpo de Deus e a Nossa Senhora» - e o Governo está disposto a deixar cair a sua parte...
(quero desde já manifestar o meu apreço por este espírito compreensivo do Patriarca - e só alerto para que sejam tomadas as medidas necessárias de modo a que o Corpo de Deus e Nossa Senhora não se magoem na queda...)

Quanto ao Governo - que começou por acatar piamente a exigência da Igreja - parece ter já decidido acabar, não com os feriados do 25 de Abril e do 1º de Maio (como algumas almas maldizentes insinuaram...), mas com o 5 de Outubro e o 1º de Dezembro.
E se, em relação à primeira data não descortino razões que justifiquem tal corte - a implantação da República é, quer as troikas queiram quer não, uma data maior da História de Portugal - já no que respeita à segunda, se me afigura uma decisão perfeitamente explicável.
Com efeito, o 1º de Dezembro traz-nos à memória a independência nacional, os que a traíram vendendo-se à troika ocupante de então, o castigo defenestrador a que foram sujeitos... enfim, tudo coisas em que a actual troika colaboracionista não pode ouvir falar...

Seja como for, tenho para mim como coisa certa que um dia - não sei quando, mas um dia - teremos que acrescentar mais um à lista dos feriados nacionais: o feriado comemorativo do fim das troikas e da retoma do caminho de Abril.
E esse será, na circunstância, o melhor de todos os feriados.

14 comentários:

samuel disse...

Quero ver esse dia... e comemorá-lo muitas vezes!

Abraço.

Graciano Mendes disse...

A Luta continua pelo feriado comemorativo do fim das troikas e da retoma do caminho de Abril.

Saudações

trepadeira disse...

Eu pago o vinho.

Um abraço,
mário

joão l.henrique disse...

...que grande e lindo vai ser esse dia.


Um abraço.

josé Manangão disse...

Olha que eles não começaram pelos feriados do 1ºde Maio e 25 de Abril
não é porque a vontade seja pouca, mas porque sabem, que ainda é difícil enquanto existirem estes guardiões.
Cada vez mais é preciso alertar a consciência dos jovens que já nasceram nesta (democracia)do faz de conta, legitimada pelo simples facto de podermos votar de 4 em 4 anos, após doses maciças de intoxicação através dos meios de comunicação capitalista.
ABRIL terá de ser o mês comemorativo da revolução que se faz todos os dias.
Abraço

Graciete Rietsch disse...

Provavelmente já não verei esse dia.Mas o 25 de ABRIL,o dia mais feliz da minha vida(pois coloco os filhos num plano diferente), esse viverá eternamente no meu pensamento e por ele lutarei, com toda a minha força, enquanto me for possível.

Um beijo.

O Puma disse...

... até lá

Sérgio Ribeiro disse...

É pá, gostei de ler.
Sobretudo, registei o teu cuidado com o Corpo de Deus e com o de Nossa Senhora, mas mais ainda aquela do "defenestrar", que parece vir de fenêtre ou de fenestra, o que é facilmente entendido pelos troikas da estranj.

Um abraço

Eduardo Miguel Pereira disse...

Há uma parte do (feriado) corpo de Deus que de bom grado oferecia ao Passos Coelho.

Já ao Portas não o posso fazer, não vá ele pensar que quero seduzi-lo !!!

GR disse...

Gostei muito deste post, apesar da matéria me causar urticária.
A igreja é o símbolo do zé-povinho egoísta e vingativo, tipo; “se eu não tenho…tu também não podes ter!” maldita raça!
25 de ABRIL – será sempre o dia da grande Comemoração.
Quanto ao feriado que te referes… festejava até não poder mais. Pode até nem estar muito longe, quem sabe?

BJS,

GR

Olinda disse...

O feriado comemorativo do dia que te referes,iremos sem dúvida comemorá-lo alegremente,assim o povo perceba a que classe pertence e vote em quem o defende.

Maria disse...

E esse Feriado será um dia de Festa!
Entretanto fiquei co.movida com a tua preocupação sobre a queda dos corpos mencionados no post...

:))))

Um beijo grande.

Maria João Brito de Sousa disse...

Eu também quero comemorar esse feriado!!!
Fica o meu abraço! :)

salvoconduto disse...

Quem sabe ainda possa ser no meu tempo, como diz o outro, há mais marés do que marinheiros...

Abraço.