CUIDADO COM O GASPAR

No decorrer do debate sobre o Orçamento do Estado, o ministro Gaspar das Finanças acusou os que discordam do OE de responsáveis por todos os males que aí vêm.
Quer isso dizer que, na maneira de ver do ministro Gaspar, discordar do OE constitui um crime grave e aplaudir o OE constitui o único caminho a seguir...

É claro que não há a mínima originalidade na postura do ministro Gaspar - o que ele diz e defende hoje, já Salazar o dizia e defendia no tempo da outra senhora - mas é curioso verificar como o Gaspar tem a lição toda na ponta da língua...
Por isso... cuidado com ele!...

A dada altura - sempre negando aos discordantes o direito de discordar - o ministro avançou com um argumento demolidor: disse ele que «cerca de 80% dos portugueses votaram nos três partidos que subscrevem o programa» - o que conferiria ao OE uma legitimidade democrática a toda a prova...
Ora não é assim, de modo nenhum.
E convém desde já esclarecer que, mesmo que fosse verdade, ou seja, mesmo que «cerca de 80% dos portugueses» tivesse apoiado os tais três partidos, isso não retirava legitimidade à discordância de quem entendesse discordar.
Mas para além disso, o ministro Gaspar está a mentir quando diz o que diz: não foram «cerca de 80% dos portugueses» que votaram no PS, no PSD e no CDS: foram cerca de 80% dos votantes - e os votantes foram cerca de 60% dos inscritos nos cadernos eleitorais... e nem todos os portugueses estão inscritos...

Portanto foram menos, muito menos de 50% dos portugueses os que votaram na troika nacional - e muitos deles não teriam votado se soubessem previamente o que aí vinha em matéria de política de destruição dos interesses dos trabalhadores, do povo e do país...

Mas - repito - cuidado com o Gaspar!

10 comentários:

joão l.henrique disse...

O Gasparito quer ultrapassar tudo e todos no jogo das mentiras e aldrabices,mas nessas matérias o Pedrito de Massamá fica muito à frente com as promessas mentirosas da campanha eleitoral.

Um abraço.

Maria João Brito de Sousa disse...

Sem dúvida! Muitos portugueses votaram baseando-se nas promessas incumpridas pelos partidos de direita!

josé Manangão disse...

A tua análise é a mais correta, mas eu continu-o a pensar que - o problema não está nos que votam, mas sim no abstencionistas - quase metade dos portugueses não vota e a sua qualificação (tendência)é dificil de interpretar.
Ver hoje a UGT ao lado da CGTP, sabendo que A.J.Seguro reune ás escondidas com o Coelho para tramar os trabalhadores eu pergunto se a UGT está para nos fortalecer ou pelo contrário -porque amanhã é outro dia.
Lutar um dia é fácil - mais dificil é lutar todos os dias como nós fazemos.
Já desabafei!
Um abraço

Maria disse...

Estão bem feitas as tuas contas.
E este Gaspar é bem mais perigoso que o fantasminha...

Um beijo grande.

samuel disse...

Não é o primeiro, nem será o último economista a tentar vender contas de merceeiro trapalhão.

Abraço.

Graciete Rietsch disse...

Como eu concordo com o José Manangão!!!!
Apenas dois versos de um hino da M.P.
"Cale-se a voz que turvada
Já de si mesma se espanta"

Um beijo.

O Puma disse...

O gaspar é tão só um tartufo

nas mãos do mercado internacional
um agente do descalabro

Bolota disse...

Não devia ser permitido que qualquer politico desempenhasse cargos publicos sem antes levar uma banho de rua.
Este Gaspar foi formatado para cortar sem regras o que faz dele um individuo perigoso.

Será que este ilustre ministro faz alguma ideia do que é ter mês a mais para salario a menos??

Otelo vai ser processado por apelar á revolta e o Gaspar e Paula Teixera da Cruz???

VERGONHOSOO
Isto só tem uma resposta, PORRADAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Bolota disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
GR disse...

Quando se dá poder a um esquizofrénico (sem medicação), tudo pode acontecer!

GD BJ,