MATAR É O SEU OFÍCIO

O imperialismo norte-americano, na sua ambição de domínio do mundo, não olha a meios para atingir os seus fins.
E o facto de os EUA serem o país militarmente mais poderoso do planeta e serem simultaneamente os patrões da ONU e da organização terrorista que dá pelo nome de NATO, facilita muito a tarefa...

Criando os pretextos necessários (ou mesmo sem pretextos) - mas sempre, sempre em nome da liberdade, da democracia e dos direitos humanos... - o imperialismo bombardeia, invade e ocupa países soberanos, colonizando-os e apropriando-se das suas riquezas naturais.
Comportando-se como dono do mundo, o imperialismo decide e ordena o que cada país deve ser e fazer em cada momento.
Impondo-se como modelo de democracia, o imperialismo impõe o seu modelo à escala planetária e declara antidemocráticos - ou terroristas - todos os países que não aceitem esse modelo.
E ai do país que ouse opor-se-lhe e assumir a independência e a soberania!
E ai dos governantes que coloquem os interesses do seu país e do seu povo acima dos interesses dos EUA!
E ai dos países que, mesmo sendo aliados dos EUA, se encontrem na rota das bombas imperialistas!
Há dias, forças da NATO ocupantes do Afeganistão, bombardearam dois postos militares paquistaneses, matando 24 soldados e ferindo 13.
Trata-se de um crime brutal, de um atentado terrorista contra um país com o qual os EUA não estão em guerra, pelo contrário...
Rasmussen, o criminoso de guerra que ocupa as funções de secretário-geral da NATO - e aí obedece servilmente às ordens do patrão imperialista - fez o que é seu hábito nestas circunstâncias: pediu «desculpas», «lamentou» o ocorrido e jurou que se tratou de um «acidente involuntário»... - desculpas, lamentos e juras que só destapam a enorme hipocrisia destes criminosos.
Porque é isso que eles são: criminosos.
Criminosos que estão em todo o lado - e matam em todo o lado onde estão.
Porque matar é o seu ofício.

9 comentários:

josé Manangão disse...

A globalização foi o golpe fatal da parte do imperialismo - o que não conseguem matar com bombas, matam com a fome através de toda a espécie de bloqueios. ASSASSINOS!
Abraço

samuel disse...

Ofício em que são inultrapassáveis,,,

Abraço.

Pata Negra disse...

E de tanta bomba espalharem, tanto ódio semeiam, que levam os povos humilhados a odiar o povo americano. Pobres os povos que caem nas garras do imperialismo e pobre também os povos que o alimentam. Morreram 24 paquistaneses?! Foi um erro! Morre um soldado americano, é um acto terrorista!
Um abraço de lado dos que estão nas suas terras

joão l.henrique disse...

Sem escrúpulos e com a maior demagogia,vão impondo a guerra onde entendem, para serem os "donos do Mundo"...

Um abraço.

Eduardo Miguel Pereira disse...

A falta que o "muro" faz.
A melhor das guerras, serve-se "fria" !

E mais não digo.

Olinda disse...

É a besta apocalíptica do império,que tudo pode,tudo lhe é permitido com a conivencia da comunidade internacional em defesa dos seus interesses de classe.Que vergonha¡...

salvoconduto disse...

O pior no meio disso tudo é que eles sabiam o que estavam a fazer. Semeiam o ódio e a destruição, passeiam-se sobre os escombros.

Abraço.

Maria disse...

E nesta arte são mestres!

Um beijo grande.

Graciete Rietsch disse...

Assassinos sem escrúpulos nem um pingo de humanidade,sofrerão um dia as consequências da sua crueldade. Só espero que esse dia chegue depressa.

Um beijo.