UMA GRANDE NOTÍCIA

Boas notícias, estas que nos falam de um comunicado divulgado pelo Partido Comunista do Egipto (PCE).
Como se esperava, e como adiante se verá, estamos perante uma forma distinta de análise da situação no Egipto: é das questões cruciais para o povo e para o país que o comunicado trata.

Derrubado o ditador há, agora, que «derrubar o regime, as suas instituições, organismos e símbolos», dizem os comunistas egípcios, para os quais é imperativo que seja recuperado «o papel de actor nacional do Egipto no mundo árabe e no plano internacional, face ao interesses do imperialismo e do sionismo».
Bem visto, digo eu, já que, sem isso, tudo ficará (mais ou menos) na mesma.

Valorizando algumas das medidas tomadas pelo Conselho Superior das Forças Armadas - designadamente a suspensão da Constituição, a dissolução do parlamento e o estabelecimento de um período de transição até à convocação de eleições livres e democráticas - o PCE aponta a necessidade de substituir o governo actual (nomeado por Mubarak) por um governo civil de transição.

Por outro lado, o PCE defende a satisfação, com carácter de urgência, das reivindicações que estão na base da vaga de greves que paralisa praticamente todos os sectores de actividade do país: fim da corrupção e da tirania, aumentos de salários, melhoria das condições de trabalho e de vida, instituição dos salários mínimo e máximo nacionais.

Os comunistas egípcios exigem, também, a libertação imediata dos presos políticos e a liberdade de formação de partidos políticos.

O PCE apela à luta dos trabalhadores e do povo, condição indispensável para que todos estes objectivos sejam alcançados.
Nesse sentido, o PCE convocou uma manifestação para a próxima sexta-feira - com a qual se propõe «comemorar a revolução e mobilizar o povo para que se assuma como actor principal e garante de que o processo revolucionário seguirá a direcção justa».

Independentemente do maior ou menor êxito que a manifestação venha a alcançar, o facto de ela ter sido convocada - convocada pelo Partido Comunista do Egipto - é, por si só, uma grande notícia.

26 comentários:

samuel disse...

Notícia que muita gente deve estar a detestar. Não faz parte do "figurino" que estava a ser desenhado em Washington e nas redações dos "nossos jornais de referência"...

Abraço.

pedras contra canhões disse...

E que esteja o PCE em condições de assumir a organização e direcção da luta transformadora, porque caso contrário, o não será!
Que seja o povo o protagonista e o Partido a sua vanguarda.

Antuã disse...

Que o baile venha para o lado do povo.

svasconcelos disse...

É sim, uma boa notícia. Que consigam agora consolidar as reivindicações que estiveram na origem da sua luta!

beijo,

Eduardo Miguel Pereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eduardo Miguel Pereira disse...

Que eles tenham sucesso, e que o Povo Egípcio não caia nas esparrelas que o nosso Povo caiu há 34 anos atrás, quando se deixou ludibriar por falsos esquerditas, que mais não eram que "fachos" disfarçados e que nos trouxeram até este miserável estado actual.

Anónimo disse...

É uma boa notícia e o PCE está de parabéns por esta iniciativa. Estou de acordo com o Eduardo Miguel Pereira. Os falsos esquerdistas vindimaram a revolução portuguesa. Um deles, Pacheco Pereira, anda a dar conselhos na televisão de como se deve bem fazer. É patético.
Um abraço

(Jorge)

A Chispa ! disse...

Os "esquerdistas" é que são os "fachos" e a direcção do PCP que andou com o Spinola, Galvão de Melo e outros militares fascistas do MFA às costas, o que são?
Pela forma como coloca a questão, está-se mesmo a ver que já está com MEDO que o processo revolucionário no Egipto ultrapasse os limites do reformismo que defende.Enfim, Eduardo.

No 25 de Abril enquanto o PCP furava as greves e assustava os trabalhadores com o "caos económico, os ditos esquerdistas é que se colocaram à frente desse movimento e graças a essa intervenção os trabalhadores conquistaram direitos, alguns dos quais ainda hoje existentes na Constituição e outros que deixaram de estar porque a direcção do PCP e a direção da CGTP em aliança com UGT os deixaram perder ao longo dos anos,derivado às suas politicas de conciliação e colaboração como ainda hoje é patente e nitido na falsa "oposição" que fazem às politicas reaccionárias do governo.

Um abraço
A Chispa!

Mário disse...

Não só o Pacheco Pereira, e então a "nossa"Zita Seabra que se pirou com armas e bagagens e hoje forma à direita de P.Pereira,no PSD.

Mário

samuel disse...

Não paro de me "maravilhar" com os "abraços" hipócritas com que os "chispas" invariavelmente terminam cada uma das suas miseráveis provocações.
São imprestáveis!

joão l.henrique disse...

É uma boa e grande notícia, para todos aqueles que fazem do seu dia-a-dia uma luta permanente pela liberdade e pela justiça social.
Um abraço fraterno aos camaradas do PCE.


Um abraço.

Anónimo disse...

Lá estão voces a "poetizar" muito gostam de "poetizar" as coisas...

O que eles querem é coca-cola, processadores Intel e nikes e voces sabem-no bem, mas lá está, faz parte de ser comuna o "poetizar" a coisa.

Esta "revolta" é como a revolta Bolshevik, tudo feito por Wall Street e os banqueiros internacionais. Não é por nada que só a JP Morgan (hoje Morgan-Stanley) deu 20 milhões aos bolsehviks (um pequeno exemplo).

Medronheiro disse...

Ena, tantos comentários!.....Alguns são revolucionários que bem podiam ir fazer a revolução para os EUA.

Julinho disse...

Ah revolucionários dum cabrão! Onde estais vós que não se vê o vosso trabalho? Só se vê manifestações a sério quando o PCP as apoia.

vovó disse...

Amigomeu! :)

e começares a moderar a tua caixa de comentários?... :)..."pairam" por cá umas gaivotas... que abusam da tua generosa hospitaliade.

quanto ao Egipto, como dizes, e muito bem "... é, por si só, uma grande notícia."
beijocassssss
vovómaria

Anónimo disse...

Faço minhas as palavras da vovómaria. Há comentários que, além de serem um abuso,cansam. Tanta mentira satura.


Campaniça

Graciete Rietsch disse...

Grande notícia de facto. Oxalá a traição e o imperialismo saiam derrotados desta vez.

Um beijo.

A Chispa ! disse...

Samuel "miseráveis provocações"? se são porque razão em vez de te preocupares com os abraços, não as desmentes, provando o contrário?

Qualquer individuo que tenha dúvidas sobre a denúncia que é feita pela "A Chispa!",basta consultar os "Avantes" e as intervenções dos vários dirigentes do PCP nessa época,inclusivamente de Vasco Gonçalves e terá a verdade dos factos. Aliás Samuel, conhece profundamente estes acontecimentos, pois participou neles activamente.

Vóvó,Campaniça
Fugir ao debate politico e à verdade dos factos e ainda APELAR à censura dos comentários que não vos são favoráveis,é uma atitude desonesta e imprópria de quem se diz comunista, como mesmo uma prova da vossa fraqueza intelectual.

Um abraço
A Chispa!

Anónimo disse...

Fernando Samuel
Não sei a idade da vovó maria mas digo-lhe que tem toda a razão e o meu apoio incondicional.Os "doutores" que por aqui "azedam o ambiente" ou votaram Pateta Alegre ou Cavaco, votando em branco.
É tempo de escolheres os amigos senão vão embora os que são sérios e querem a defesa dos trabalhadores. Já conversei com outros iguais noutro lado e tive que desistir pois eles procuram sómente desorientar e fazer desisrir nem que seja um leitor e passam a ter uma vitória.
Vitor sarilhos

do Zambujal disse...

Caro Fernando Samuel,
Obrigado pelas notícias. A luta faz-se, contínua, com as massas e as organizações de vanguarda.
Por outro lado, compreendendo a indignação de alguns vizinhos e amigos perante certos comentários (sobretudo me enojam os "abraços" hipócritas), parece-me útil deixar que os "chispas" mostrem a sua existência e bolsem os seus "comentários", registando-os com desprezo... e alguma preocupação pelos sinais que dão.

Um grande abraço

samuel disse...

Chispas:

Ó chispas, "amiguinhos"... se já ficou claro que vos considero meros provocadores baratos e os vossos "abraços" exemplos de abjecta hipocrisia... por que carga de água haveria de vos "prestigiar" com a atenção de uma resposta, mesmo que constantemente por vós implorada, tão encarecidamente... que QUASE comove?!!! :-))) :-))) :-)))

Anónimo disse...

Seria bom que o redactor de "A Chispa!" relesse os comentários introduzidos em blogues anteriores, especialmente na do "Vermelho Vivo", onde às tantas escreve: «...da direcção Cunhalista, que pactou e alinhou na distruição das conquistas da Revolução Socialista.»
Ora bem, toda a gente sabe ver o erro ortográfico, menos o enigmático autor de a «Chispa!».
Portanto, antes que termine com os habituais «abraços», peço-lhe um pouco mais de rigor. Não vá alguém chamar de «calino» ou coisa pior ao redactor desse «grande» e «entusiasmado» organismo que dá pelo nome de "A Chispa!" e que já tem como próximo projecto a tomada do poder, com bandeiras vermelhas e saturação de comunicados revolucionários.

(Jorge)

A Chispa ! disse...

Zambujal (Sérgio Ribeiro)

Os "sinais de preocupação" que a "A Chispa!" lhe dá, têm concerteza a ver com o desmascaramento mais profundo que pretendemos fazer às propostas ditas
"Patrióticas e de Esquerda" (do qual é um dos autores) com que pretendem ajudar a burguesia portuguesa e o capitalismo a sair da crise?

Quanto às nossas denúncias,era bem melhor que esclarece-se e prova-se que não correspondem à verdade dos factos.

Anónimo (Jorge)
Ainda bem que apenas nos chama a atenção para os erros "ortógraficos" e que não discorda do resto do comentário no "vermelho vivo".

Samuel,o teu problema é não teres capacidade para provares o contrário daquilo que se passou e que "A Chispa!" denúncia.

Um abraço
A Chispa!

Maria disse...

É, de facto, uma grande notícia!
Vamos continuar atentos ao Egipto nos próximos tempos.

Um beijo muito grande.
(e sim, a tua paciência é revolucionária!)

Fernando Samuel disse...

samuel: tudo o que meta «comunas» é mal visto por aquelas bandas...
Um abraço.

pedras contra canhões: e se não for assim... há que recomeçar...
Um abraço.

Antuã: se for o povo a mandar o baile... a música é outra...
Um abraço.

svasconcelos: é preciso que a luta continue.
Um beijo.

Eduardo Miguel Pereira: tudo a confirmar que na nossa luta temos sempre que defrontar muitos e diversificados inimigos - uns vestidos com os seus próprios fatos, outros travestidos...
Um abraço.

Jorge: o destino da esquerdalhada é sempre esse - aqui, como em qualquer outra parte do mundo.
Um abraço.

Mário: e muitos outros e muitas outras - mais os (e as) que se lhes seguirão.
Um abraço,

samuel: isso dizes tu, porque há quem diga que são muito, muito prestáveis...
Um abraço.

joão l.henrique: quem luta está sempre solidário com quem luta...
Um abraço.

Medronheiro: pois podiam...
Um abraço.

Julinho: um abraço e muita luta.

vovómaria-amigaminha: já pensei nisso, mas como deixei de ler coisas dessas há muitos anos... não leio...
Um beijo amigo.

Campaniça: experimenta a - pura e simplesmente - não os leres...
Um beijo amigo.

Graciete Rietsch: é difícil, mas...
Um beijo.

Vitor Sarilhos: eu escolho os meus amigos - e distingo-os dos que não são, respondendo-lhes e enviando-lhes
um abraço.

do Zambujal: de acordo - total.
Um abraço grande.

Fernando Samuel disse...

Maria: e esperemos que as próximas notícias continuem a ser boas...
Um beijo grande.