AMANHÃ É DIA DE LUTA

A luta - a luta das massas trabalhadoras e populares - é a resposta.
Sempre.
A luta é a resposta aos PEC, aos OE, à UE, ao FMI, aos «donos disto tudo»: a Banca e os grandes grupos económicos e financeiros associados ao grande capital estrangeiro.

Nenhuma luta é ponto de chegada: cada luta é sempre ponto de passagem para novas lutas.
Daí o rigor cirúrgico da nossa palavra de ordem mais gritada: «A LUTA CONTINUA!»

Nos dias e meses que aí vêm, vamos ter muito que lutar - nas ruas, nas empresas e locais de trabalho, nas escolas, nos campos, em todo o lado onde se fazem sentir as consequências nefastas da política de direita, agora brutalmente agravadas.

Amanhã é dia de luta.
É dia da primeira acção de massas em resposta à anunciada invasão e ocupação de Portugal pelo FMI - uma primeira acção de massas que é, naturalmente, organizada pelo Partido Comunista Português.

Amanhã é dia de comício «Contra e ingerência e o desastre. Por uma política patriótica e de esquerda».
É às 17H30, na Rua Augusta, em Lisboa.


Depois de amanhã... A LUTA CONTINUA!

14 comentários:

Anónimo disse...

A luta continua!

(Jorge)

Maria disse...

Amanhã, às 17.30, em Lisboa, é mais um passo...
E a luta continua e continuará, em todas as frenters!

Um beijo grande e até amanhã.

do Zambujal (em viagens...) disse...

Exactamente.
Mas ainda acrescentaria que hoje também é!

Grande abraço

samuel disse...

Que seja um grande, grande "ponto de passagem"!

Abraço.

Justine disse...

A luta tem de continuar todos os dias, no nosso quotidiano!

joão l.henrique disse...

Amanhã lá estaremos na continuação da luta diária.

Um abraço.

svasconcelos disse...

Se eu pudesse lá estar tb...:((
Mas saberei o conteúdo, e farei a luta por cá tb.Como diz a Justine,tem de se fazer no quotidiano.
beijo,

Anónimo disse...

A única coisa que dizem é que lutam, resultados eles virão quando vcs estiverem todos mortos.
Nessa altura os trbalhadores não falarão de "luta" mas de vitória sobre os esbirros de que vcs têm tanto medo.
Não é isso Bolota?

O Puma disse...

Sempre

Graciete Rietsch disse...

Ontem, hoje, amanhã, sempre com o Povo, a luta continuará.

Um beijo.

GR disse...

Na RTP-N só mostrou o camarada Jerónimo, logo pensei; esteve muita gente! Nun outro canal já podemos ver a multidão.
Foram muitos, fiquei satisfeita.

Bjs,

GR

Anónimo disse...

Ontem e hoje só deu PS e o congresso, onde entrou muito do dinheiro do estado.

Foi pena o PS ainda não ter comprado um sabonete para o Francisco Assis se lavar, bem como uma lâmina para fazer a barba.

A Chispa ! disse...

Depois de seis anos no governo,onde cumpriu as ordens do grande capital e dirigiu uma poderosa ofensiva capitalista contra os direitos dos trabalhadores, Carvalho da Silva desafiou hoje na Covilhâ, o PS (capitalista) a juntar-se às conversações entre o PCP e o BE, para que haja um "amplo entendimento de governação à esquerda".Ou seja um amplo ACORDO SOCIAL que permita à UE/FMI aplicar as medidas de austeridade com o minimo de conflitualidade social, que evite o tal "perigosissimo conflito social" que pode resultar de tais medidas anti-sociais.

A Chispa!

Fernando Samuel disse...

Jorge: nem mais.
Um abraço.

Maria: como se comprova a luta tem muitas frentes...
Um beijo grande.

do Zambujal: todos os dias.
Um abraço grande.

samuel: e foi...
Um abraço.

Justine: em todo o lado e sempre.
Um beijo.

joão h.henrique: e depois de amanhã, e... e...
Um abraço.

svasconcelos: em todo o lado é possível (e necessário) lutar.
Um beijo.

O Puma: SEMPRE!
Um abraço.

Graciete Rietsch: sempre e cada vez mais forte.
Um beijo.

GR: foram muitos; e no próximo seremos ainda mais.
Um beijo.

Anónimo: aí está um congresso à maneira, onde os grandes problemas do povo e do País foram discutidos ampla e profundamente...